Prémio Vasco Graça Moura – Cidadania Cultural Atribuído A Carlos Do Carmo

Carlos do Carmo, figura ímpar do meio artístico nacional, foi distinguido com o Prémio Vasco Graça Moura – Cidadania Cultural, instituído pela Estoril Sol.

O júri deliberou atribuir o Prémio Vasco Graça Moura – Cidadania Cultural, em quinta edição, a Carlos do Carmo, por ser uma “individualidade exemplar numa área que Vasco Graça Moura muito prezava e para a qual contribuiu com numerosos poemas: o Fado”.

O júri do Prémio Vasco Graça Moura – Cidadania Cultural reconheceu ainda “o papel fundamental de Carlos do Carmo na divulgação dos maiores poetas portugueses, de que Vasco Graça Moura é um exemplo. Esses poetas foram cantados nas mais conhecidas salas de espectáculo do estrangeiro. Nelas, o Fado foi levado a públicos diversificados, que aplaudiram o Fadista, mas também o homem que, nascido na cidade de Lisboa, soube tornar-se um cidadão do Mundo”.

Carlos do Carmo, Embaixador do Fado em vários países, foi ao longo da sua carreira distinguido com Prémios e Distinções,como o Grammy Latino de carreira, em 2014; no ano seguinte, em 2015, recebeu a Grande Médaille de Vermeil, a mais alta distinção da capital francesa, e, um ano depois, foi-lhe atribuído o título de Grande-Oficial da Ordem do Mérito, da Presidência da República, entre muitos outros prestigiantes prémios e distinções.

No passado dia 9 de novembro, Carlos do Carmos encerrou a sua carreira artística, num concerto realizado no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Instituído pela Estoril Sol, o Prémio, com periodicidade anual, foi criado em homenagem à memória de Vasco Graça Moura. Recorde-se que nas edições anteriores foram distinguidos, Eduardo Lourenço, José Carlos Vasconcelos, Vitor Aguiar e Silva e Maria do Céu Guerra.
Nos termos do Regulamento, o Prémio Vasco Graça Moura “visa distinguir um escritor, ensaísta, poeta, jornalista, tradutor ou produtor cultural que ao longo da carreira – ou através de uma intervenção inovadora e de excepcional importância -, haja contribuído para dignificar e projectar no espaço público o sector a que pertença”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.