O Colapso de Círculo Quebrado vence Golfinho de Ouro do Festroia

poster_festroiaO Colapso de Círculo Quebrado, do realizador belga Felix van Groeningem, foi o filme vencedor da 29ª edição do Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal. O Golfinho de Prata para o Melhor Realizador foi para Srdan Golubovic, pelo filme Círculos, numa produção partilhada entre a Sérvia, Alemanha, França, Croácia e Eslovénia.

A Paixão de Michelangelo, de Esteban Larrain foi também distinguido com o Golfinho de Prata no Prémio Especial do Júri.

Vesa-Matti Loiri pelo filme Estrada Para Norte ganhou o Golfinho de Prata para Melhor Ator e o galardão de melhor atriz ficou com Alma Prica e Olga Pakalovic, pelo filme O Passado de Halima, de Arsen Anton Ostojic.

Entre as distinções especiais destaca-se o Prémio do Público entregue a Romance à La Carte do Belga Joël Vanhoebrouck, o Prémio O Homem e a Natureza atribuído a Viagem, de Nadim Guç (Turquia) e a Menção Especial a “Miúdos de Kinshasa”, de Marc-Henri Wajnberg (Bélgica).

O Prémio Primeiras Obras destaca Offline, de Peter Monsaert (Bélgica).

O Festróia decorreu entre 7 e 16 de junho, tendo conquistado muitos espetadores com histórias de amor, cinema belga e talentos reconhecidos internacionalmente. Contou com 174 filmes provenientes de 43 países.

Texto de Tânia Fernandes

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.