Museu Do Fado Dedica Exposição A José Pracana

O Museu do Fado apresenta uma retrospetiva dedicada ao músico, intérprete, coleccionador e investigador José Pracana (1946-2016), consensualmente reconhecido como uma das grandes figuras da história do Fado.

Em exposição encontra-se o vasto acervo pessoal de José Pracana, como fotografias, jornais, discos, documentos, cartazes, instrumentos musicais, troféus e condecorações. É também possível o visionamento de imagens de arquivo de alguns dos programas televisivos que dirigiu e uma aproximação ao ambiente singular das tertúlias fadistas que promoveu em Ponta Delgada, através da recriação do seu retiro nesta cidade açoriana.

Amador por convicção, tal estatuto nunca o impediu de acompanhar e de conviver com os grandes pilares da tradição fadista – de Amália Rodrigues a Maria Teresa de Noronha, de Alfredo Marceneiro a João Ferreira Rosa – de atuar em concertos nos vários palcos do mundo, de estudar aprofundadamente esta tradição tão enraizada na nossa sociedade, elevando-a e salvaguardando-a para memória futura. Foi uma das personalidades mais completas que o Fado conheceu”,

Sara Pereira, diretora do Museu do Fado e curadora desta exposição.

A exposição é inaugurada hoje, pelas 19h00, estando patente até ao dia 23 de fevereiro de 2020. As visitas podem ser feitas de terça-feira a domingo, entre as 10h00 e as 18h00 (última entrada: 17h30).

A entrada tem um custo de 5 euros (com acesso à exposição permanente). A entrada é gratuita aos domingos e feriados até às 14h00.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.