Hoje Celebra-se O Dia Mundial Do Teatro

Hoje, 27 de Março, celebra-se o Dia Mundial do Teatro, para assinalar a data várias entidades e instituições nacionais, de norte a sul do país prepararam várias iniciativas, o c&H deixa-lhe aqui algumas, que vão ter lugar na Capital.

Começamos pela Casa de Garrett, também conhecida por Teatro Nacional D. Maria II, no Rossio. Para este dia o teatro preparou um programa especial com entrada gratuita, que inclui espetáculos para toda a família, exibição de um documentário, uma leitura encenada, lançamento de livros e ainda a possibilidade de visitar a exposição AMÉLIA, que assinala os 120 anos do nascimento de Amélia Rey Colaço, numa visita guiada por Filipe Figueiredo; e à noite vão ter lugar sessões das peças Montanha-Russa de Inês Barahona e Miguel Fragata, às 21h00 na Sala Garrett e Sweet Home Europa com texto Davide Carnevali e encenação João Pedro Mamede, às 21h30 na Sala Estúdio

A entrada é livre mediante o levantamento de bilhetes, na Bilheteira do D. Maria II, a partir das 14h00, com limite de 2 bilhetes por pessoa, sujeito à lotação disponível.

O Teatro da Trindade INATEL (ao Chiado) apresenta também um programa muito variado com entrada livre. Para os mais novos, tem lugar às 15h00 o musical O Principezinho, a partir da obra de Antoine de Saint-Exupéry, com versão portuguesa de Pedro Penim e com as interpretações de Mariana Pacheco, Paulo Vintém, Joana de Brito Silva, José Lobo e Diogo Bach.

Às 16h00 tem lugar na Sala Estúdio, o ensaio aberto de Odisseia, que reúne excertos de Homero, numa tradução de Frederico Lourenço, com interpretações de José Raposo, Miguel Sobral Curado, Teresa Sobral e Philippe Trovão.

Às 18h00, no Salão Nobre, tem lugar uma iniciativa dedicada ao Concurso INATEL – Teatro Novos Textos, criado com o intuito de estimular  novos autores para a escrita de textos originais  em língua portuguesa, promovendo  e divulgando novos valores literários na área do Teatro. A sessão inicia-se com a leitura de um excerto do texto premiado pelos atores Nelson Cabral e Sara Gonçalves, seguido da entrega dos Prémios da XXI Edição e da apresentação do livro do texto vencedor.

À noite, pelas 21h30, Diogo Infante, Rita Salema, Patrícia Tavares e Jorge Mourato sobem ao palco da Sala Eça, com a peça O Deus Da Carnificina de Yasmina Reza.

A entrada é livre mediante o levantamento de bilhetes, a partir das 11h00, na bilheteira do Teatro. Limite de 2 bilhetes por pessoa, sujeitos à lotação das salas.

Já o Teatro Aberto, à Praça de Espanha, vai celebrar o Dia Mundial do Teatro com uma iniciativa que decorrerá na Sala Azul, a partir das 21h00 com entrada livre. O evento tem início com João Lourenço e “Lembrando”, segue-se um debate subordinado ao tema “O Teatro e o Futuro”, com Cristina Carvalhal – atriz e encenadora, Marta Dias – encenadora e Rui Francisco – cenógrafo, moderado pelo jornalista Tiago Palma; e termina com a exibição do documentário Descobrir de – João Lourenço e Eduardo Breda.

Na Barraca, em Santos, a proposta é Um Copo por Gabo. Às 21h00 sobe a cena a peça Erêndira! Sim, Avó… de Gabriel García Márquez, com encenação de Rita Lello, seguida de uma festa festa da América Latina, com concerto Ibero-Americano pelos Los Pájaros Perdidos de Mariana Abrunheiro e Walter Hidalgo e um momento de tango orientado pelo professor argentino Alejandro Laguna. Os bilhetes vão estar à venda no local com 50% de desconto.

Já o Teatro do Bairro convida para assistir à peça, Ivone, Princesa de Borgonha, numa sessão extraordinária, com entrada gratuita, marcada para as 21h30. O texto da autoria de Witold Gombrowicz foi traduzido por Luísa Costa Gomes, e é encenado por António Pires, com interpretações de Maria João Luís, Marcello Urgeghe, João Barbosa, Mário Sousa, Alexandra Sargento, Hugo Mestre Amaro, Cláudia Alfaiate, Nuno Casanovas, Francisco Vistas e Carolina Campanela.

Ainda neste dia, a produtora UAU apresenta a sua nova produção Suite 647, e o seu elenco. A trama é encenada por Fernando Gomes, que cruza, em três épocas distintas, os atores Gabriela Barros, Jorge Corrula, Manuela Couto, Ruben Madureira, Sérgio Praia e Sissi Martins. A estreia está marcada para dia 11 de abril no Auditório dos Oceanos Casino Lisboa.

Também a produtora Força de Produção assinala o dia com 50% de desconto nos bilhetes adquiridos durante o dia de hoje (custam 8 euros), para o espetáculo Ñaque, sessões dos dias 29, 30, 31 de março e 1 de abril, no Teatro Villaret.

O Dia Mundial do Teatro foi instituído em 1961 pelo Instituto Internacional de Teatro.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.