Dixieland Na Abertura Do X BB Blues Fest

O grupo Dixieland, da Banda da Armada sobe ao palco do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 23 de setembro, a partir das 21h30. Este espetáculo tem entrada gratuita, mediante reserva antecipada na Bilheteira do Fórum Cultural.

Com concertos em que predomina o improviso espontâneo, Dixieland interpreta um estilo musical originário do blues e jazz, do princípio do século XX, com origem na cidade de New Orleans. A formação do grupo Dixieland da Banda da Armada é composta por seis músicos, sendo os instrumentos presentes neste agrupamento o clarinete, saxofone, trompete, trombone, sousafone e bateria.

Na décima edição, o BB Blues Fest surge com um novo palco, no recinto do Mercado Mensal, na Avenida Marginal da Moita, que permite a realização dos concertos de acordo com as regras de prevenção da COVID-19. Com nomes confirmados, para dia 24 de setembro, a partir das 21:00h, o BB Blues Fest tem Tail Dragger e Richard Ray Farrell.

Tail Dragger tem quatro discos gravados: Crawling Kingsnake (1996), American People (1998), Live at Rooster’s Lounge (2009) e Longtime Friends in the Blues (2012). Com 80 anos, este norte-americano, do Arkansas, tem como uma das suas influências o “mestre” Howlin’ Wolf.

Richard Ray Farrell esteve nomeado, em 2021, para os Blues Music Awards, para melhor álbum acústico com Three Pints of Gin. Apresenta-se no BB Blues Fest com a sua recente formação blues e rock ‘n’ roll. Richard tocou, gravou e integrou digressões com muitos nomes maiores do blues nos últimos 45 anos (Jerry Portnoy, RL Burnside, Lousiana Red, Big Jack Johnson, entre outros). Junta-se neste projeto com Troy Nahumko, na guitarra. A secção rítmica fica a cargo dos irmãos Sérgio e Pablo Barez, de Madrid.

A 25 de setembro, a partir das 21:00h, a Avenida Marginal, na Moita, recebe os concertos com Rick Estrin & The Nightcats, em estreia absoluta em Portugal, e The Black Mamba, os vencedores do Festival da Canção da RTP.

Liderados por Rick Estrin, os Nightcats misturam o humor e a diversão com o genuíno Blues. Estes norte-americanos ganharam também o Blues Music Award de Banda do Ano em 2018. A banda combina o talento de Rick, virtuoso da harmónica e vocalista/ entertainer, o guitarrista Kid Andersen, o teclistaLorenzo Ferrel e o criativo baterista Derrick Martin. No BB Blues Fest vêm apresentar o seu novo álbum Contemporary, o quarto lançado com o selo da Alligator Records. Influenciados e respeitando os clássicos com quem tocaram (Muddy Waters, Lowell Fulson, Z.Z. Hill, Eddie Taylor, Little Charlie Baty) fazem, contudo, do seu estilo inventivo e originais canções a sua imagem de marca.

Os The Black Mamba regressam quatro anos depois ao BB Blues Fest. Desde a sua passagem por este festival, lançaram o terceiro álbum de originais The Mamba King (2018) que se juntou aos já anteriormente consagrados: The Black Mamba (2012) e Dirty Little Brother (2014), este com participações de Áurea e António Zambujo, entre outros. 2019 marcou o ínicio da Good Times Tour, comemorativa de dez anos da banda. 2021 fica marcado pela vitória no Festival da Canção da RTP e pela prestação na final do Eurovision Song Contest.

Os bilhetes para os dias 24 e 25 de setembro estão disponíveis nos locais habituais. O passe de dois dias (24 e 25 de setembro) custa 30 euros e o bilhete diário custa 20 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.