CCB Dedica Dia 27 A Aquilino Ribeiro – O Malhadinhas

No âmbito da programação do Centro Cultural de Belém, CCB – Cidade Aberta, Literatura e Pensamento, decorre no dia 27 de outubro, entre as 15h00 e as 17h00, na Sala Sophia de Mello Breyner Andresen, o Dia Literário Aquilino Ribeiro “O Malhadinhas”.

Partindo do prefácio de Maria Alzira Seixo, na última edição da Porto Editora, em maio do ano corrente, da novela picaresca O Malhadinhas, o CCB acolhe uma conversa descontraída em torno do tema «Será o Malhadinhas um pícaro?»

A curta narrativa que nos é feita pelo tio Malhadas… constitui… um dos textos mais significativos, e mais belos, da ficção em língua portuguesa.

do Prefácio de Maria Alzira Seixo

O painel será constituído por Paulo Neto, diretor da revista literária Aquilino e editor da plataforma Rua Direita; Henrique Monteiro, jornalista e Eugénia Pereira, professora, numa conversa moderada por Eduardo Boavida.

O Malhadinhas

Inicialmente incluído em Estrada de Santiago (1922), O Malhadinhas acabaria por se tornar numa das mais conhecidas obras de Aquilino Ribeiro quando foi publicado em volume autónomo em 1958 (o autor acrescentar-lhe-ia a novela Mina de Diamantes). Em forma de monólogo, a obra conta-nos a história de um almocreve, o Malhadinhas, um serrano rústico, grosseiro e matreiro, que não tem quaisquer problemas em usar a «faquinha» que traz à cintura para corrigir o que entende por injusto. Defendendo-se à navalhada e golpes de pau (e por vezes a tiro) dos inimigos com que se vai deparando ao longo dos caminhos e da vida, O Malhadinhas presenteia-nos com uma série de episódios picarescos, num tom coloquial repleto de expressões idiomáticas, trazendo-nos o retrato de um Portugal esquecido.

O bilhete custa 3 euros e pode ser adquirido no local.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.