Arte E Arquitetura Entre Lisboa E Bagdade, A Fundação Calouste Gulbenkian No Iraque

A Fundação Calouste Gulbenkian tem patente ao público até ao dia 29 de janeiro de 2018, na Colecção do Fundador, Galeria do Piso Inferior, a exposição Arte e Arquitetura entre Lisboa e Bagdade, A Fundação Calouste Gulbenkian no Iraque 1957-1973, com curadoria de Patrícia Rosas e Ricardo Agarez.

Resultante da forte atividade desenvolvida pela Fundação Calouste Gulbenkian no Iraque, entre o final da década de 1950 e início da década de 1973, onde subsidiou a construção e equipamento de 120 estruturas e apoio mais de 600 bolseiros iraquianos, a mostra revela ao público documentos inéditos relativos a três realizações chave em Bagdade: O Modern Art Center, conhecido por Gulbenkian Hall, o primeiro espaço desenhado de raiz para exposição de arte contemporânea; o Estádio do Povo (Al-Sha’ab), um grande complexo desportivo projetado pelos arquitetos Francisco Keil do Amaral e Carlos Manuel Ramos e construído também pela Fundação e ainda a Semana Cultural Gulbenkian, organizada pela Fundação em novembro de 1966, bem como obras do núcleo de Colecção Moderna do Museu Calouste Gulbenkian, a maior parte nunca expostos em Portugal.

Paralelamente a esta exposição a Fundação apresenta ainda Conversas com os curadores Patrícia Rosas e Ricardo Agarez, nos dias 10 de novembro de 2018 e 19 de janeiro de 2019, pelas 16h00 e a conversa sobre Aspectos do Iraque Contemporâneo, com Paulo Moura, no dia 11 de novembro, pelas 18h00, na Biblioteca de Arte.

Estão ainda agendadas visitas orientadas para os dias 1 de dezembro de 2018, e 26 de janeiro de 2019, pelas 15h00.

A exposição pode ser visitada até 29 de janeiro, das 10h00 às 18h00, exceto às terças-feiras. O custo do bilhete é 3 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.