Teatro Aberto estreia “Uma Família Portuguesa”

O Teatro Aberto recebe hoje a antestreia de Uma Família Portuguesa, de Filomena Oliveira e Miguel Real, que venceu o Grande Prémio de Teatro Português em 2008.

Sob dramaturgia e encenação de Cristina Carvalhal, a peça tem estreia oficial marcada para amanhã, dia 26 de Março, na Sala Vermelha, às 21h30, e é protagonizada por Bruno Simões, Carlos Malvarez, João Maria Pinto, Luisa Salgueiro e Teresa Faria.

Estes são os cinco actores que compõem uma família disfuncional credível, igual a tantas outras. O pai tem cancro e stress pós-traumático, a avó está senil, a filha vai fazer um aborto e a mãe está à beira de um ataque de nervos.

A peça apresenta-nos uma família portuguesa composta por três gerações. A casa onde habitam era propriedade do falecido patriarca de cuja presença não se conseguem libertar. Integrando referências musicais, literárias e plásticas da segunda metade do século XX, a encenação de Cristina Carvalhal convoca um imaginário com o qual todos os portugueses se poderão identificar. “Uma Família Portuguesa” é um espectáculo que evoca temas como a ditadura, a guerra colonial ou a devoção a Nossa Senhora de Fátima, tão presentes ainda na nossa memória colectiva.

Esta é Uma Família Portuguesa, com certeza, uma peça com que Filomena Oliveira e Miguel Real ganharam, em 2008, o Grande Prémio de Teatro Português atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores e pelo Teatro Aberto.

Acompanha os diálogos, uma banda sonora da autoria de João Gil.

Uma peça que certamente vai arrancar gargalhadas ao público, até dia 2 de Maio, de quarta a sábado, às 21h30 e ao domingo às 16h00.

Os bilhetes custam 15 euros, 7,5 euros para jovens até aos 25 anos e 12 euros para maiores de 65 anos.

Por Cristina Alves
Fotos do Gabinete de Comunicação do Teatro Aberto

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.