Teatro Aberto estreia “Uma Família Portuguesa”

O Teatro Aberto recebe hoje a antestreia de Uma Família Portuguesa, de Filomena Oliveira e Miguel Real, que venceu o Grande Prémio de Teatro Português em 2008.

Sob dramaturgia e encenação de Cristina Carvalhal, a peça tem estreia oficial marcada para amanhã, dia 26 de Março, na Sala Vermelha, às 21h30, e é protagonizada por Bruno Simões, Carlos Malvarez, João Maria Pinto, Luisa Salgueiro e Teresa Faria.

Estes são os cinco actores que compõem uma família disfuncional credível, igual a tantas outras. O pai tem cancro e stress pós-traumático, a avó está senil, a filha vai fazer um aborto e a mãe está à beira de um ataque de nervos.

A peça apresenta-nos uma família portuguesa composta por três gerações. A casa onde habitam era propriedade do falecido patriarca de cuja presença não se conseguem libertar. Integrando referências musicais, literárias e plásticas da segunda metade do século XX, a encenação de Cristina Carvalhal convoca um imaginário com o qual todos os portugueses se poderão identificar. “Uma Família Portuguesa” é um espectáculo que evoca temas como a ditadura, a guerra colonial ou a devoção a Nossa Senhora de Fátima, tão presentes ainda na nossa memória colectiva.

Esta é Uma Família Portuguesa, com certeza, uma peça com que Filomena Oliveira e Miguel Real ganharam, em 2008, o Grande Prémio de Teatro Português atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores e pelo Teatro Aberto.

Acompanha os diálogos, uma banda sonora da autoria de João Gil.

Uma peça que certamente vai arrancar gargalhadas ao público, até dia 2 de Maio, de quarta a sábado, às 21h30 e ao domingo às 16h00.

Os bilhetes custam 15 euros, 7,5 euros para jovens até aos 25 anos e 12 euros para maiores de 65 anos.

Por Cristina Alves
Fotos do Gabinete de Comunicação do Teatro Aberto

Deixar uma resposta