Segunda-feira assinala-se o Dia Mundial da Dança

dia_mundial_danca_uauNão é preciso ter sapatilhas, tutu ou sequer conseguir saltar sobre pontas para se juntar à festa dia 29 de abril. As comemorações do Dia Mundial da Dança, que acontecem um pouco por todas as localidades chamam à dança, acima de tudo aqueles que a gostam de ver, sentir e ouvir, o C&H deixa-lhe aqui algumas sugestões.

Em Lisboa, destaque para a Gala do Dia Mundial da Dança promovida pela Lisboa Metropolitan Arts (LMARTS), que decorre no próximo dia 29 de abril ( e também a 30 de abril e 1 de aaio). O espetáculo reúne obras dos coreógrafos Barbara Griggi, Benvindo Fonseca e Gagik Ismailian contando com um elenco de oito bailarinos e a participação especial da cantora Adriana Queiróz, do saxofonista Eddy Jam e do maestro Nuno Feist ao piano. De acordo com a organização, “Os quatro bailados deste programa oferecem uma multiplicidade de registos coreográficos, cuja variação de intensidade, plasticidade e tom emocional constitui um verdadeiro desafio para os sentidos do espectador.

Este é o reencontro de três coreógrafos de renome, reconhecidos pela indiscutível qualidade das suas criações”. Esta gala marca o início de um novo projeto artístico da recém-criada plataforma Lisboa Metropolitan Arts, coordenada por uma equipa de profissionais provenientes do extinto Lisboa Ballet Contemporâneo, com o objetivo de promover e celebrar os artistas, os criadores e a cultura de Portugal.

A  Gala do Dia Mundial da Dança tem lugar no Teatro Tivoli BBVA nos dia 29 e 30 Abril, 1 Maio, às 21h30. Os bilhetes com valores entre os 5 e os 15 euros estão à venda nos locais habituais.

primavera-23

Em Oeiras, a proposta é Perspetivas, da Companhia de Dança Luís Damas, é o espetáculo apresentado no âmbito das comemorações promovidas pela Câmara Municipal de Oeiras. Sobe ao palco do Auditório Municipal Eunice Muñoz, em Oeiras, nos dias 26 e 27 de Abril (sexta-feira e sábado), às 21h30 e no dia 28 de Abril (domingo), às 16h00.

Os bilhetes estão à venda nos locais habituais pelo valor de 3 euros. O programa destas Perspetivas, é composto por novas criações e reposição de excertos de outras como: Transparência, de 2006, recriado em 2010 para a Companhia de Dança Luís Damas, com poesia de Fernando Pessoa/Alberto Caeiro e música de Frederich Chopin; a estreia mundial do vídeo dança Inominável, com poesia de António Ramos Rosa e música de Mozart; novas coreografias com música de Rodrigo Leão, que se ligarão com as recém-criadas, Diálogo e Entre Águas; estreia mundial do novo vídeo de dança “O que quero dizer, Arde!” com música e poesia de Ulisses; “Deslumbrante Ligeireza”, com música de Frederich Chopin, oriundo do projeto dirigido por Kazulo Hirabayashi, “Nouvelles Créations de Dance New York International” em Paris, em 2008, para o qual Luís Damas foi o coreógrafo convidado.

Na margem sul, destaque para Almada e a Companhia de Dança de Almada, que assinala a data com criações de coreógrafos emergentes. palmela Uma história para nunca ser contada, de Carla Jordão e O Físico, de Luciano Fialho, compõem o programa que, dia 4 de maio, mostra ao público o resultado do trabalho de pesquisa e do processo criativo e interpretativo desenvolvido na companhia, nesta temporada.

O espetáculo será apresentado às 21h30, no Auditório Fernando Lopes-Graça. Os bilhetes têm o valor de 3 euros (-50% desconto a menores de 25 e maiores de 65 anos), podem ser adquiridos na bilheteira local (quarta-feira a sábado, 15h00 às 18h00) ou mediante reserva pelo telefone.

Em circulação internacional, no próprio Dia Mundial da Dança (29 de abril), a companhia estará a apresentar as suas criações em Zagreb, na Croácia (Galileu de Beatriz Rousseau e Daniela Andana) e em Barcelona, no festival Tudanzas (Diferente dos Outros) de Luciano Fialho.

Terminamos as sugestões em Palmela, que no dia 28 de abril, às 16h00, é palco de um Baile de Danças Tradicionais Europeias com o grupo “A Batalha do Modesto Camelo Amarelo”, na Biblioteca Municipal, numa organização de Leónia de Oliveira com o grupo (entradas a 4 euros – aquisição no local, uma hora antes da atividade). No Dia Mundial da Dança, 29 de abril, a partir das 18h00, o Cineteatro S. João recebe vários momentos de dança e oficinas de grupo, de participação livre.

Por Tânia Fernandes
Foto arquivo C&H de Sara Santos

Deixar uma resposta