Pestana prevê entregar eco-residences em Tróia 2014

O Grupo Pestana, que se tornou o único investidor do projecto de três fases do Pestana Tróia-Eco Resort & Residences – o primeiro Eco-Resort na Península de Tróia , anunciou que o término da primeira etapa, que compreende a construção de 34 apartamentos – das quais 29 já estão vendidas –, será concluído no Verão de 21012. A próxima fase, de moradias exclusivas, deve terminar em 2014, seguindo-se a construção de um beach hotel & suites de cinco estrelas, embora vá ter a classificação de quatro.

Em plena Península de Tróia, o Pestana Tróia Eco Resort & Residences vai custar cerca de 90 milhões de euros e está localizado sobre a praia, entre o campo de golfe do Troiaresort e o empreendimento Soltróia.

Elegendo a sustentabilidade como âncora diferenciadora, este projecto é o mais recente passo do Grupo no desenvolvimento de um turismo responsável: “Seguimos uma linha de construção sustentável protegendo e preservando o ecossistema local. Temos como principais pressupostos o baixo impacto paisagístico, utilização de tecnologias construtivas de elevado grau de sustentabilidade e soluções arquitetónicas ambientalmente equilibradas”, adianta José Roquette, administrador do Grupo Pestana.

Obedecendo aos critérios que as pessoas procuram, uma casa acessível, prática e não muito grande, o responsável pelo projecto garante que a componente imobiliária do projecto Pestana Tróia-Eco Resort & Residences resume o luxo “ao enquadramento e à simplicidade”.

Com uma localização privilegiada, o Pestana Tróia Eco-Resort & Residences é um projeto exclusivo na costa de Tróia, no coração de uma Reserva Natural. Localizado num terreno de cem hectares, dos quais 50 por cento são reserva ecológica – onde não se pode construir –, que inclui uma frente de dois quilómetros de praia virgem, onde toda a construção será de baixa densidade em perfeita harmonia com a envolvente natural. Com 300 metros de extensão, o projecto prevê também que seja possível “circular a pé em todo o empreendimento”, ou então por ciclovias, prescindindo-se da utilização de automóveis.

O projeto promovido pela marca Pestana e gerido pela Sociedade Imobiliária Tróia B3 terá uma componente hoteleira e imobiliária com 82 lotes com áreas entre 1000 e os 4000 metros quadrados. Com capacidade construtiva de 200 a 300 metros de área, o projeto do Pestana Tróia Eco-Resort engloba 34 apartamentos, 43 moradias geminadas e um Aparthotel de quatro estrelas com 150 quartos (que vão estar disponíveis para comercialização, sendo possível aos proprietários optar por colocar os imóveis em exploração hoteleira, o que permitirá rentabilizar o investimento), zona comercial, zona de lazer, um Club-House para uso exclusivo dos proprietários (com piscina interior e coberta, fitness e SPA e kids club), vários equipamentos desportivos, ciclovia interna e vastos jardins.

Outra das vantagens do projeto é a sua proximidade de campos de golfe, uma vez que o resort fica apenas a cerca de dois quilómetros do Golf do Tróia Resort e a cerca de dez quilómetros dos futuros campos de Golfe da Comporta.

 Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta