O Colapso de Círculo Quebrado vence Golfinho de Ouro do Festroia

poster_festroiaO Colapso de Círculo Quebrado, do realizador belga Felix van Groeningem, foi o filme vencedor da 29ª edição do Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal. O Golfinho de Prata para o Melhor Realizador foi para Srdan Golubovic, pelo filme Círculos, numa produção partilhada entre a Sérvia, Alemanha, França, Croácia e Eslovénia.

A Paixão de Michelangelo, de Esteban Larrain foi também distinguido com o Golfinho de Prata no Prémio Especial do Júri.

Vesa-Matti Loiri pelo filme Estrada Para Norte ganhou o Golfinho de Prata para Melhor Ator e o galardão de melhor atriz ficou com Alma Prica e Olga Pakalovic, pelo filme O Passado de Halima, de Arsen Anton Ostojic.

Entre as distinções especiais destaca-se o Prémio do Público entregue a Romance à La Carte do Belga Joël Vanhoebrouck, o Prémio O Homem e a Natureza atribuído a Viagem, de Nadim Guç (Turquia) e a Menção Especial a “Miúdos de Kinshasa”, de Marc-Henri Wajnberg (Bélgica).

O Prémio Primeiras Obras destaca Offline, de Peter Monsaert (Bélgica).

O Festróia decorreu entre 7 e 16 de junho, tendo conquistado muitos espetadores com histórias de amor, cinema belga e talentos reconhecidos internacionalmente. Contou com 174 filmes provenientes de 43 países.

Texto de Tânia Fernandes

Deixar uma resposta