Imortal de Gillian Shields convida a uma viagem ao “outro lado”

Imortal de Gillian Shields é uma das mais recentes apostas da editora Planeta, para o segmento de jovens adultos.

Evie é uma rapariga amada pelo pai e pela avó, recentemente falecida e de quem herdou um colar especial, na família há alguns anos e guardião de um poder oculto, que a par de um diário que a jovem encontra vão ser os elementos de partida para uma novo desafio.

Quando Evie Johnson é arrancada da sua casa à beira mar para se tornar a nova estudante bolseira do colégio Wyldcliffe, ela está mais isolada do que ela poderia ter sonhado. Professores severos, estudantes snobes, e a atmosfera opressiva fazem Evie sentir-se cada vez mais sozinha.

A única salvação de Evie é Sebastian, um jovem rebelde, que ela encontra por acaso. Conforme os sentimentos de Evie por Sebastian crescem a cada encontro secreto, ela começa a temer que ele esteja a esconder alguma coisa sobre o seu passado. Ao mesmo tempo ela é assombrada por vislumbres de um estranho, uma menina fantasma, muito parecida com ela, a partir daqui Evie é lentamente conduzida para uma teia entre passado e o presente que ela não pode controlar.

Depois da morte da avó, a vida de Evie muda drasticamente obrigando-a a deixar a sua pacata vila natal para um colégio interno. Sozinha, num mundo muito diferente daquele a que estava habituada, em que a superstição fazia parte do dia-a-dia, a jovem vai fazer novos amigos e em quem confiar, também eles com ligações aos seus antepassados.

Mas como qualquer outra adolescente, Evie além de novas amizades vai viver os problemas próprios da sua idade, inclusive o seu primeiro amor.

De fácil leitura é também um convite à reflexão sobre os diversos problemas que um adolescente pode ter. Imortal é um livro que mostra que mesmo com o tempo certas emoções permanecem as mesmas.

Imortal de Gillian Shields é um dos mais recentes títulos do segmento ficção, juvenil, paranormal da Planeta, com um preço de venda recomendado de 16,90 euros.

Por Sofia Lourenço Pinto

Deixar uma resposta