Grupo Delta Cafés renova a imagem corporativa e a assinatura da marca

O Grupo Delta Cafés apresentou recentemente a sua nova imagem corporativa e respetiva assinatura no Torreão Nascente do Terreiro do Paço em Lisboa, local escolhido devido a ter sido palco de diversas viagens de partida à descoberta de novos mundos, tendo contado com a presença das três gerações da família Nabeiro, o Comendador Rui Nabeiro e os administradores João Manuel Nabeiro e Rui Miguel Nabeiro.

Em Portugal o grupo é líder do setor dos cafés e pretende continuar a sê-lo reforçando assim a globalização da marca na conquista de novos mercados internacionais e tornando a sua imagem mais moderna e inovadora mas mantendo o lettering inicial do Grupo Delta Cafés. O objetivo da marca passa também pela uniformização da imagem a nível nacional e internacional já que o Grupo está presente em vários continentes nomeadamente o europeu, o africano e o americano, perfazendo ao todo trinta e cinco países, contemplando também as mudanças no packaging e noutros materiais de comunicação. O Grupo Delta Cafés pretende garantir que os mercados internacionais ganhem cada vez maior relevância já que o Grupo detem mais de trinta anos de experiência internacional.

Segundo Rui Miguel Nabeiro, administrador da empresa, referiu que “A Delta Cafés é uma marca com mais de cinquenta anos de história que durante as várias décadas garantiu sempre o seu desenvolvimento e expansão através da inovação, aposta numa forte rede comercial, acompanhando as necessidades dos seus consumidores, nos diferentes mercados. Pretendemos continuar a reforçar a nossa liderança e abertura a novos mercados, pensando globalmente e agindo localmente. Esta mudança irá ajudar-nos a aumentar o peso da faturação dos mercados internacionais que atualmente representam 25% para, a curto prazo, representarem 35%”.

A nova assinatura universal da marca: “O Café da Sua Vida” representa a ligação histórica e constante da Delta Cafés com os seus clientes e consumidores, aplicando também esta assinatura em várias línguas.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta