Fonte Luminosa da Alameda, em Lisboa, reabre ao público amanhã

fonte_luminosaA Fonte Luminosa da Alameda Afonso Henriques, em Lisboa, vai abrir as suas portas ao público a partir de amanhã, para visitas gratuitas ao interior desta, mostrando as galerias interiores, o equipamento de bombagem e algumas peças originais, entretanto desativadas.

No ano de 2012 a Fonte Monumental da Alameda Afonso Henriques foi alvo de uma intervenção de reabilitação, quer no interior quer no exterior desta, efetuada pela Câmara Municipal de Lisboa. Desta forma, os jogos de água foram retomados assim como a possibilidade de abrir as visitas ao público.

As obras de reabilitação incidiram sobre as estruturas construtivas, a limpeza da pedra e proteção das cantarias, a selagem de fissuras, o restauro da estatuária (nomeadamente, do conjunto escultórico das quatro sereias e um cavalo da cuba principal, da autoria de Maxiiano Alves e Diogo de Macedo, e dos dois grandes painéis laterais de baixo relevo, com motivos alusivos ao trabalho, da autoria de Jorge Barradas), a reparação dos sistemas mecânicos (incluindo as cerca de 70 válvulas), elétrico e rede de condutas de água (que dispõe de enormes tubagens tratadas com produtos anti-corrosivos).

Foram introduzidos um novo sistema de alimentação, duas novas bombas (num total de seis, sendo as restantes reparadas) e quadros elétricos diferenciados para as bombas e para a iluminação (fornecida por 292 projetores, servidos por cerca de 80 transformadores e quilómetros de cablagens). Um sistema computorizado permite uma diversidade de efeitos cénicos dos jogos de água e de luz e programação das horas de funcionamento, para horários de verão e de inverno.

A Fonte Luminosa foi erguida em 1940, por ordem do então ministro das Obras Públicas, Duarte Pacheco, para comemorar a chegada a Lisboa das águas captadas no Vale do Tejo e a 28 de maio de 1948 seria inaugurado o funcionamento do sistema de jogos de água e luz.


O interior da Fonte Luminosa pode ser visitado todos os sábados, entre as 15h00 e as 17h00, com entrada pelo torreão sul. No exterior, pode-se apreciar diariamente os jogos de água entre as 12h00 e as 15h00 e entre as 18h00 e as 23h00, assim como os jogos de luz, os quais acontecem quinze minutos após o crepúsculo solar.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta