Festival MED arranca a 29 de Junho em Loulé

 

É já no próximo dia 29 de junho que o centro histórico de Loulé volta a acolher o primeiro de dois dias de um dos maiores festivais de World Music do País. Tendo a música como principal chamariz desta 9ª edição, com diversos concertos de artistas oriundos dos mais variados pontos do globo, haverá também lugar para gastronomia mediterrânica, exposições de rua (e não só) e outras manifestações de “street art”, artesanato e até animação para crianças dos 6 aos 12 anos.

Se gosta de música e animação num ambiente descontraído e agradável, vale a pena uma visita ao recinto que abre as portas ao final do dia para que possa comer, beber, passear, comprar artesanato nacional e internacional, ouvir música e, claro está, divertir-se!

O cartaz musical do Festival MED 2012 conta com mais de 18 bandas, entre cabeças-de-cartaz e artistas secundários, que irão actuar em seis palcos, tais como You Can’t Win Charlie Brown, Paus, A Caruma, Irick Deejay, Clube Conguito, Arca, SMOD e JAMAICAN LEGENDS.

Este ano a música clássica também vai ter um espaço especial no evento, com o MED Classic, em que vão atuar a Orquestra do Algarve e o Quarteto de Música de Câmara da Orquestra do Algarve, que irão atuar na Igreja Matriz dia 29 e 30, às 19h30.

Os jovens do Centro de Expressão Artística do Município de Loulé vão ter também espaço para mostrarem o seu trabalho, com concertos nos dias 29 e 30 de junho, entre as 20h30 e as 21h30, na sala da Alcaidaria do Castelo, em que participarão as classes de Flauta de Bisel, Guitarra e Violino, a solo e em modalidades de música de conjunto.

Nas ruas vai estar a exposição de pintura Abrindo portas para o Futuro, que apresenta obras de 18 artistas, que representam as molduras das portas e janelas de casas devolutas da zona histórica de Loulé e no resultado final prevalece o espírito de diversidade, encontro e diálogo de culturas.

No dia 28 de junho estreiam ainda a exposição de fotografia Egito de Pedro Barros, que estará patente  nos Claustros do Convento do Espírito Santo até dia 28 de Setembro; a exposição de Tomás Colaço e Sofia Aguiar Memórias Tangerinas na Galeria de Arte do Convento do Espírito Santo, em exibição até 18 de agosto; e por último a exposição Habitar a Escuridão do fotógrafo Mexicano Marco António e que vai estar patente até 30 de agosto, no Cruz no CECAL – Centro de Expressão e Criação Artística no Parque Municipal de Loulé.

Na área dedicada à gastronomia, este ano além da cozinha tradicional portuguesa vão também haver espaços da Espanha, Grécia, Marrocos, Egipto e Itália, e ainda um espaço de Chakall, onde os pratos serão elaborados “ao vivo e a cores”.

Como já é habitual, pelas ruas do centro histórico vão estar espalhadas diversas bancas de artesanato internacional, nomeadamente mediterrânico e também exemplares das novas tendências, como bijutaria, têxteis e vestuário, aos típicos didgeridoos aborígenes, os djambés africanos ou os cachimbos de água e serviços de chá típicos dos países do Magreb.

Os mais novos também não foram esquecidos e têm no Med Kids o seu espaço, que vai funcionar das  20h00 às 00h00, com muitas atividades para crianças dos 6 aos 12 anos.

O bilhete diário para o festival custa 12 euros e está à venda no Cine-Teatro Louletano e na FNAC do Algarve Shopping e durante o evento também no local.

 

Programa Completo


Dia 29 de junho

Dia 30 de junho

Palco Castelo
  • A Jigsaw (Portugal)
  • Throes + The Shine (Portugal)
  • IRick Deejay (Portugal)
  • Norberto Lobo (Portugal)
  • You Can’t Win, Charlie Brown (Portugal)
  • Clube Conguito (Portugal)
Palco Cerca
  • Paus (Portugal)
  • A Curva da Cintura com Arnaldo Antunes, Toumani Diabate e Edgard Scandurra (Brasil + Mali)
  • A Caruma (Portugal)
  • BOUBACAR TRAORÉ (Mali)
Palco Matriz
  • Cheikh Lô (Senegal)
  • SMOD (Mali)
  • JAMAICAN LEGENDS with Ernest Ranglin, Monty Alexander and Sly & Robbie (Jamaica)
  • Sany Pitbull (Brasil)


Texto de Paulo Sopa e Cristina Alves  

Deixar uma resposta