Espaço Brasil abre amanhã na Lx Factory

A Lx Factory vai receber o Espaço Brasil a partir da próxima sexta-feira. A estadia prolonga-se até 10 de Junho de 2013. O Espaço Brasil vai ser o centro cultural do Brasil contemporâneo em Lisboa, local onde vão ocorrer acontecimentos diversos como concertos, exposições, palestras, workshops, gastronomia e outras atividades numa programação vasta e inovadora. A inauguração do espaço vai contar com a presença da Ministra da Cultura do Brasil, Marta Suplicy.

O público português vai ter acesso a uma programação do que de mais atual e inovador se faz no âmbito das artes e da cultura no Brasil. A inauguração do Espaço Brasil coincide com o Open Day da Lx Factory – será inaugurada a exposição O Brasil na Arte Popular: Acervo do Museu Casa do Pontal, seguido de um concerto com os dois lados do Atlântico, de Portugal, a fadista Mariza, do Brasil sobe ao palco O Baile do Simonal. A entrada é gratuita.

Nos dias seguintes seguem-se Wilson Simoninha e Max de Castro, de O Baile do Simonal, com a participação especial de Paula Lima. Todas as quintas-feiras o público vai poder assistir à Roda de Choro de Lisboa, uma formação de músicos portugueses, franceses e brasileiros, com sons mesclados típicos do chorinho, interpretando música de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldyr Azevedo, entre outros. Este estilo musical nasceu pela mão dos portugueses e juntou as danças de salão europeias ao lundum e à modinha, considerada por muitos como o primo direito do fado, da morna e também do tango. A programação musical está a cargo de Zé Ricardo.

A cenografia do espaço ficou a cargo de Aby Cohen e a decoração do jovem artista plástico brasileiro Derlon, com uma área total de 1.200 m2 constituída por sala de espetáculos, galeria, bares, terraço e um cineclube que será inaugurado mais tarde.

Para Antonio Grassi, Comissário-Geral do Ano do Brasil em Portugal e Presidente da Funarte, “a intenção é fazer com que este intercâmbio inédito entre os dois países ganhe uma estrutura mais definida, que deixe frutos. Há um desconhecimento muito grande por parte dos brasileiros, em todas as áreas, do Portugal contemporâneo. Por outro lado, a nossa grande diversidade musical também não ecoa em terras lusitanas. Ou seja, há vários exemplos de um Portugal novo, diferente das “caravelas do nosso imaginário”. E também precisamos levar para o outro lado do oceano o Brasil que não é só o das novelas”. E, finaliza, “a importância do evento, principalmente no âmbito cultural, está no fato de que a troca de olhares na produção artística extrapola o palpável e colabora com setores como o turismo”.

O Espaço Brasil vai  estar aberto ao público de quinta-feira feira a domingo. O acesso entre as 14h00 e as 19h00 é gratuito. A entrada a partir das 20h00 é paga, para se poder assistir aos espetáculos. Os bilhetes vão estar disponíveis a partir de sábado na bilheteira do próprio Espaço Brasil, entre as 17h00 e as 24h00. Estarão também disponíveis em alguns locais habituais.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta