Dia Mundial do Teatro assinalado em Palmela ao longo do mês

mascarasEm Palmela comemora-se o Dia Mundial do Teatro ao longo de todo o mês de Março, com um programa variado de espetáculos, apresentados por grupos amadores ou por companhias profissionais, e oficinas artísticas, que pretendem abrir novas portas para o mundo do teatro.

A Máscara estará em destaque nas comemorações, com a Semana da Máscara a decorrer até dia 8 de Março, no Espaço Contrafacção, em Pinhal Novo, numa organização da PIA – Projetos de Intervenção Artística com a Câmara Municipal. O Dia Mundial do Teatro comemora-se a 27 de março e foi criado em 1961 pelo Instituto Internacional de Teatro da Unesco.

Workshop de Construção de Máscaras decorre até dia 8 de Março, entre as 20h30 e as 22h30, com Pedro Leal e tem o  valor de inscrição de 25 euros. A organização é da PIA – Projectos de Intervenção Artísticas e da Câmara Municipal de Palmela.

A 12 de Março o Auditório Municipal de Pinhal Novo, recebe Salamaleque, Pelo Teatro Extremo, com sessões às 10h30 e às 14h30. O público-alvo é o pré-escolar e 1.º ciclo. Os bilhetes são a 3 euros. É obrigatória reserva prévia.

“Era uma vez um contador de histórias de uma terra oculta entre os tesouros do passado. Este homem, depois de percorrer muitas léguas e muitas eras, chegou até aos dias de hoje para nos contar lendas de um tempo que existia antes de Portugal ter nascido para a história do mundo. Baseado nos contos populares “A Lenda das Amendoeiras em Flor” e “A Lenda do Ladrão da Vida e da Morte”.

A 13 de Março, A Viagem, Pela SerVivo, pelas 18h30, no Cineteatro S. João, um ensaio aberto; dia 14 de Março, às 14h30 e 16h00, sessões para escolas.  Um espetáculo onde se celebra a riqueza e o privilégio de aqui existirmos e se aprofunda a consciência de como todos os elementos do planeta Terra existem nos Seres Humanos. Somos a Terra.

O Centro Cultural de Poceirão recebe No Outro Lado do Espelho, Pelo Puzzle – Grupo de Teatro do Clube de Animação Jovem, no dia 14 de Março, às 14h30. Esta peça destina-se a Alunos do Agrupamento de Escolas José Saramago. Com interpretação de António Luz, Fernando Barranha, Flávio Costa, Pedro Pereira e Pedro Silva. O texto é de Tânia Alexandre, com excertos de Fernando Pessoa e de Mário Serra.

Afinal, o que devo esperar quando abrir os olhos pela primeira vez e ver o que está no espelho, ver com os olhos, com os olhos de dentro… O que é esperado de mim, ser diferente ou igual ao outro? E tu? O que esperas ver quando olhas para o espelho?

A 23 de Março, pelas 16h00, o Auditório Municipal de Pinhal Novo exibe Era uma Vez um Ensaio Atrapalhado, ensaio aberto pelo Ensaiarte, com entrada gratuita mediante levantamento de bilhete. A 25 março, pelas 14h00, o Cineteatro S. João, apresenta a peça Meu Querido Pinhal Novo, Revista à Portuguesa pelo grupo de teatro da Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Pinhal Novo. A entrada é gratuita mediante inscrição prévia.

A 27 março, ás 21h30, no Espaço ATA, Pinhal Novo é a vez da leitura encenada da peça Adolescentes, com entrada livre sujeita à lotação do espaço. A organização é da ATA – Acção Teatral Artimanha.

A Máscara estará em destaque nas comemorações, com a Semana da Máscara a decorrer entre 1 e 8 de março, no Espaço Contrafacção, em Pinhal Novo, numa organização da PIA – Projetos de Intervenção Artística com a Câmara Municipal.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta