Dia Internacional E Noite Dos Museus 2017: Algumas Sugestões

Museus e Histórias Controversas: Dizer o Indizível nos Museus como mote para uma reflexão, naturalmente diferenciada e respondendo aos contextos nacionais, do papel dos museus nas comunidades e na sociedade em geral, é o tema das celebrações deste ano do Dia Internacional dos Museus, efeméride instituída pelo ICOM (Conselho Internacional de Museus) em 1977, e que vão decorrer um pouco por todo o mundo.

Em Portugal são inúmeras as instituições públicas e privadas que se juntam à Festa com cerca de 600 atividades, em 84 espaços museológicos, distribuídos por 46 Concelhos do país. A proximidade da Noite dos Museus – criada pelo Ministério Francês da Cultura e da Comunicação em 2005, já no sábado dia 20, levou à criação de vários programas de atividades com a duração de 3 dias. Para a noite de 20 estão previstas mais de 200 iniciativas.

A Direcção Geral do Património Cultural decidiu também que hoje todos os Museus, Palácios e Monumentos tutelados pela DGPC têm entrada gratuita, e no dia 19, a partir das 18h00, o Museu de Arte Popular abre as suas suas gratuitamente.

No dia 20, a partir das 18h00, as entradas também serão gratuitas nos Museus, Palácios e Monumentos da DGPC, exceto no Convento de Cristo, no Mosteiro da Batalha, no Mosteiro dos Jerónimos, no Museu Monográfico de Conímbriga – Museu Nacional, no Panteão Nacional e na Torre de Belém, que encerram no seu horário habitual.

Começamos a Norte com a exposição A Região dos Vinhos Verdes: a Autenticidade pela Objectiva de Egídio Santos, organizada pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), em parceria com o Município de Ponte de Lima, que fica patente ao público até dia 30 de junho no Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde. Hoje a entrada é gratuita.

No Porto, o Museu Nacional Soares dos Reis inaugura a exposição Cidade Global e a Fundação de Serralves tem várias atividades com entrada gratuita, e um diversificado programa de atividades, para além da visita às exposições e aos espaços, das 10h00 às 19h00.

No dia 20, à noite, a Fundação de Serralves apresenta um programa de debate e cinema em parceria com o Instituto de Filosofia – Aesthetics, Politics and Knowledge da FLUP e do i2ADS [Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade] da FBAUP. O debate “Pensamento e Catástrofe” decorre entre as 17h30 e as 19h30, e às 21h30 tem lugar a sessão de cinema com o filme Trouble Every Day. Ambos com entrada gratuita.

Na Nazaré o Museu Dr. Joaquim Manso – Museu da Nazaré preparou um programa de atividades variadas e com entrada gratuita. Às 11h00 tem lugar a inauguração das exposições Perspetivas d’O Sítio e Voando sobre uma Praia de Gaivotas e vai contar com animação musical pelos alunos do Externato D. Fuas Roupinho em Ensino Articulado; pelas 14h00 atua o Grupo de Violas da Universidade Sénior da Nazaré .

Na noite de dia 20, pelas 21h00, tem lugar a exibição multimédia Voando Sobre Uma Praia de Gaivotas, realizada pelos alunos do 11º Ano do Curso de Artes Visuais do Externato D. Fuas Roupinho, com projeção na fachada da Capitania da Nazaré, na Praça Sousa Oliveira, animação musical e de dança.

Em Lisboa, destaque na noite de 20 para a 2ª edição da iniciativa “Museus em Movimento”, uma parceria DGPC/Volkswagen Veículos Comerciais que consiste na oferta de transporte gratuito à população e entre as 18h00 e as 23h00 de sábado vão funcionar duas rotas:

Rota 1 | Belém – Museu de Arqueologia, Museu de Etnologia, Museu de Arte Popular, Museu dos Coches e Palácio Nacional da Ajuda.

Rota 2 | Centro – Casa-Museu Anastácio Gonçalves, Museu do Azulejo, Museu do Traje, Museu do Teatro e Museu da Música.

Na Capital destaca-se a inauguração da exposição Madonna – Tesouros do Vaticano, hoje ao fim do dia no MNAA, e amanhã, a reabertura do novo edifício do Museu Nacional já com o projeto museográfico completo.

Também em Belém, o Museu de Arte Popular vai estar aberto ao público com entrada gratuita, visitas guiadas ao edifício e à exposição; oficinas e uma noite dedicada às Danças Tradicionais Europeias com a Tradballs; e no dia 20 tem lugar a Noite de Danças e Cantares Populares com a Ciranda – Espetáculo / Baile de Danças e Cantares Populares Portugueses, com guitarras, cavaquinhos, acordeão e percussão tradicional.

Já o vizinho Museu Berardo vai ter inúmeras atividades e oficinas, gratuitas, para além das visitas ao Museu e às suas exposições.

Na zona de Alcântara o Museu do Oriente propõe: “Temas controversos, histórias esquecidas e apresenta três novas peças no Museu do Oriente”, para além de várias atividades e visitas gratuitas às diversas exposições.

Na Madragoa o Museu da Marioneta preparou um programa de luxo com visitas, espetáculos e atividades gratuitas e ainda um concerto de Vitorino, no dia 20, pelas 22h00, com entrada livre.

No sábado dia 20, o altaneiro Castelo de São Jorge vai ter entrada gratuita a partir das 20h30, e promove a atividade “Uma Noite no Castelo”, começando com a estreia da peça As Bodas inspirada na obra As Bodas de Sangre de Federico Garcia Lorca; e ainda o espetáculo Pessoas do Lado de Lá com o Chapitô, Artes Bélicas, Danças com História, Arqueologices e o Cortejo Real da Meia-Noite.

Já o Museu de Lisboa vai ter atividades para as escolas durante o dia e para famílias entre as 18h00 e as 20h00, durante os três dias, e ainda domingo. Destaque para a Museu do Teatro Romano que vai desfiar os mais jovens a serem arqueólogos por alguns momentos, e para a realização de percursos noturnos temáticos com Fados, Petiscos e uma Caminhada de Santo António, entre inúmeras outras iniciativas, a ter lugar nos vários equipamentos que compõem o Museu de Lisboa.

A Fundação Calouste Gulbenkian vai ter entrada gratuita durante o dia de hoje, em todas as exposições, excepto na exposição dedicada a Almada Negreiros, e atividades.

No Museu do Traje, no Lumiar, têm lugar visitas guiadas gratuitas, e inúmeras atividades quer no interior quer no Jardim, como o “Passeio entre Cheiros”, entre outras, e que se repetem na noite de dia 20, até às 24h00, gratuitamente, para além de uma atuação do Coro da Procuradoria Geral da República e da Academia do Lumiar.

Em Sintra, Capital do Romantismo, são inúmeros os museus que se juntam à Festa, com visitas e atividades gratuitas como o MAT – Museu Anjos Teixeira; o Mu.Sa | Museu Das Artes De Sintra, MASMO – Museu Arqueológico De S. Miguel De Odrinhas (que vai ter uma visita encenada), MFC – Museu Ferreira De Castro, MHNS – Museu De História Natural De Sintra e a CMLC – Casa-Museu Leal Da Câmara.

Já o NewsMuseum propõe “Convide um amigo para visitar o Museu” e oferece um bilhete na compra de outro.

Em Cascais, e nomeadamente no Bairro dos Museus, são inúmeras e diversificadas as atividades, com visitas guiadas e encenadas, performances, espetáculos de teatro e dança, intervenções musicais, entre muitas outras, com entradas gratuitas.

Em Oeiras as iniciativas decorrem na Fábrica da Pólvora de Barcarena com visitas guiadas, temáticas e encenadas à Fábrica. No dia 20 decorre ainda uma Oficina e um Concerto pelo Coro de Câmara Outros Cantos orientado pela Maestrina Alexandra Fortes. Tudo com entrada gratuita.

Na outra margem do rio Tejo, Almada vai festejar durante toda a semana, com visitas, percursos, leituras, cinema e oficinas criativas, tudo gratuito; um passeio pelo Tejo para conhecer a frente ribeirinha de Almada, e ainda viagens gratuitas no elevador panorâmico para os visitantes do Museu Naval.

Sesimbra preparou um conjunto de iniciativas que decorrem durante os três dias, com início na manhã de 18, com visitas guiadas aos vários núcleos do Museu Municipal de Sesimbra e a oficina Vamos Jogar e Encontrar, destinada a famílias e escolas, no Museu Marítimo de Sesimbra.

No dia 20, às 15h00, realiza-se a apresentação ao público da recuperação da Casa da Água do Cabo Espichel; e às 21h30, o Museu Marítimo de Sesimbra, promove a conversa “Naufrágios e Acidentes Marítimos”. O programa inclui ainda um percurso pedestre Pela Rota dos Dinossáurios, no dia 21, domingo, às 10h00.

Em Évora a Fundação Eugénio de Almeida abres as portas do Paço de São Miguel, para uma visita gratuita, pelas 21h30.

Na ilha da Madeira os museus são gratuitos neste dia, sendo possível visitar as exposições e participar nas várias iniciativas preparadas exclusivamente para a data. E No dia 20, o horário de funcionamento também é alargado.

O programa para o Dia e para a Noite dos Museus pode ser consultado aqui.

Deixar uma resposta