Super Bock Super Rock: Dance Music dominou o segundo dia no Meco

Reportagem de Elsa Furtado
Francisco  e Sara Santos (Fotos)

Vinte e quatro mil pessoas passaram pela Herdade Cabeço da Flauta, no Meco, no segundo dia do Super Bock Super Rock, numa noite em que o cartaz era dominado pelos Vampire Weekend, Hot Chip e Julian Casablancas, no Palco Super Bock.

Neste segundo dia, os concertos começaram mais cedo e os festivaleiros também  foram entrando mais cedo, num dia em que o número de campistas já era considerável. Pelo recinto, maioritariamente populado por jovens, o espanhol e o inglês ouviam-se a par do português, revelando o cariz internacional do festival.

O dia começou com os Malcontent, seguidos dos Sweet Billy Pilgrim no Palco EDP, pouco depois das 19h40 foi a vez de Tiago Bettencourt & Mantha subirem ao palco Super Bock, para apresentar Fuga, o mais recente trabalho do músico, editado pela Universal, e do qual se destacam os temas “Chocámos Tu e Eu” e “Só Mais uma Volta”, “Já Não Te Encontro Mais”, “Parece Que o Destino nos Quebrou”, “O Lobo”, “O Sinal”, “Amor Maior”, “Largar o que há em Vão”, entre outros.

Entretanto, a americana Holly Miranda subia ao palco EDP, para um concerto mais intimista, e no mesmo registo seguiu a noite nesta parte do recinto com a portuguesa Rita Red Shoes. A portuguesa dos sapatos vermelhos cantou alguns temas do seu mais recente álbum, Lights and Darks, de que se destaca o tema “Captain Of My Soul”.

A encerrar a noite, deste lado do recinto, o canadiano Patrick Watson acompanhado de um rico quarteto de cordas, proporcionou um momento bastante agradável a quem aqui permaneceu, com um final surpresa, com direito a estelas e envolvência romântica.

Do outro lado do recinto, o ambiente estava mais animado e vivo, a puxar à dança. Primeiro foi a vez de Julian Casablancas cerca das 21h00, e uma hora e meia depois, foi a vez do ritmo animado e contagiante dos Hot Chip, que puseram o público a dançar e a fazer de coro em alguns dos temas.

Já foi perto da meia-noite, que os Vampire Weekend subiram ao palco, para um dos momentos mais aguardados do dia. Foi sem dúvida o concerto mais cheio da noite, com a poeira no ar fizeram o público vibrar e acompanharam todas as letras da banda.

As honras de encerramento deste segundo dia couberam à música electrónica, com os Leftfield, que transformaram o recinto numa pista gigante, em céu aberto.

Pequena foi sem dúvida a pista do @Meco, que contou neste segundo dia com Magazino, João Maria e José Bello, Ricardo Villalobos & Zip, entre outros, num dia em que a música de dança marcou grande parte da noite.

Veja as restantes fotos aqui:

Deixar uma resposta