Civilização publica Miramar de Naguib Mahfouz

A Civilização publica Miramar de Naguib Mahfouz, mais um extraordinário romance do único árabe a vencer o Nobel e um opositor de sempre de Mubarak. A figura central é Zohra, a bela camponesa cuja relação com as outras cinco personagens simboliza a essência da realidade política e social da época.

Alexandria, anos 60. Pensão Miramar. O porto de abrigo de Zohra, uma jovem camponesa que aqui encontra emprego e refúgio de uma família tradicionalista e opressora. Este extraordinário romance de Naguib Mahfouz, vencedor do Prémio Nobel em 1988 e descrito pelo The New York Times como o Balzac do Egito, apresenta as vozes de seis personagens que representam visões diferentes da sociedade – e opções políticas – do Egito da época.

Miramar é o oitavo romance publicado pela Civilização e os seus livros são traduzidos diretamente do árabe para o português. A tradução é de Badr Hassanein.

Miramar de Naguib Mahfouz, da Civilização, com 192 páginas e à venda por 15,90 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta