Aventuras da Disney no gelo passaram por Lisboa este fim-de-semana

Reportagem de Tânia Fernandes (texto) e Sara Santos (fotografias)

disney-2

Pela quantidade de cabeças com orelhas redondas, pretas e salientes por metro quadrado confirmamos que estamos no sítio certo. Apesar da avançada idade de 85 anos, o Mickey continua a ser uma das figuras de eleição dos mais pequenos. Pelo menos, em devoção suficiente para encher o Pavilhão Atlântico durante os dois dias do passado fim de semana, num total de três sessões. O Mickey, a Minnie, o Donald, a Margarida e o Pateta apertaram bem os patins aos pés e demonstraram que um recinto de gelo é um excelente local para contar histórias!

Este espetáculo do Disney on Ice começa na Savana Africana. Os personagens estão vestidos de exploradores e dispostos a fazer um safari fotográfico. Pelo grito de guerra que abre este virar de página, percebe-se que a primeira história éd o Rei Leão. Começa com um Simba pequeno e traquina a cantar “Eu mal posso esperar para ser Rei” e passa pela famosa “Hakuna Matata” com um enorme grupo de macacos patinadores acrobatas. Simba cresce, torna-se Rei e esta aventura muda de capítulo. O Pateta surge com uma estranha embarcação e todos os amigos mergulham no fundo do mar. Surgem as conchas e um caranguejo que em ritmo animado põe toda a plateia a bater palmas. Das conchas saem as filhas de Tritão, para encanto de todas as meninas que assistem. A última a surgir, como toda a estrela que se preze é Ariel, a pequena Sereia.

disney-17

A coreografia do fundo do mar é muito colorida e cheia de animação: há peixes, cavalos marinhos, um sapo, estrelas do mar e duas medusas que ora dançam em passos bem coordenados, ora desfilam em cortejo. Sorte tiveram as crianças que, selecionadas através de um passatempo, ganharam um Passaporte para esta Aventura e fazem parte do número, a bordo do submarino mágico do Pateta. Mas este fundo do mar esconde alguns perigos, como provam o aterrador polvo e as moreias que vêm atormentar Ariel. O susto dura apenas os instantes que mediam a chegada do príncipe que, fazendo juz ao nome, resolve num instante todos os tormentos das personagens.

Entretanto o Mickey e a Minnie trocaram as vestes por roupas mais leves, de praia e de toalha ao ombro, levam-nos para terras do Pacífico Sul, como ilustram as bailarinas de Hula-Hula que surgem a abanar a anca. Lilo & Sticht é o episódio que se segue, com direito a invasão de extra-terrestres e mensagem da importância da Familia. Esta passagem pelo Havai, dá direito a bailar ao som de Elvis Presley e a uma cena final de grande festa na praia com Stitch a tocar ukelele para aqueles que são agora “a sua familia”.

disney-1-2O último episódio deste Disney on Ice – Passaporte para a Aventura é sobre a história de Peter Pan e entre acrobacias, piruetas e coreografias, todos ficam deslumbrados com os efeitos especiais. Há fogo de artifício, Peter Pan “voa” por cima da assistência com Wendy, os irmãos e Sininho. E o Capitão Gancho é do mais temível possível, ou nem por isso… pois facilmente cai em desgraça, para grande regozijo dos presentes. É excelente o momento de entrada do barco dos piratas do recinto e movimentação muito bem coordenada dos piratas no espaço. Visto de cima, é a sensação de ter uma tela viva à frente.
“Nunca se esqueçam da parte de nós que nunca deve crescer” diz o Peter Pan antes de se despedir. Recado para grandes e pequenos que durante quase duas horas de espetáculo puderam viajar de sonho em sonho.
 

 

Deixar uma resposta