Asa publica O Português Inquieto, de Kunal Basu

De Lisboa a Pequim, O Português Inquieto leva o leitor a realizar uma viagem no rta-nos no tempo e no espaço, para nos apresentar um homem e a sua jornada de vida. Por amor ao pai calcorreia novos mundos e novos trilhos, ultrapassando os limites da ciência, da fé e do amor.

Lisboa, 1898: António Maria, jovem médico e afamado playboy, descobre que o seu pai está a morrer de sífilis, a terrível praga que afecta todas as camadas da sociedade. Órfão de mãe desde criança, António não se conforma com a ideia de perder o pai tão cedo. Mas os seus conhecimentos médicos de nada servem neste caso. Determinado a encontrar a cura, parte para Pequim, na esperança de que a medicina tradicional chinesa tenha a resposta que teima em escapar ao Ocidente. Sob a orientação do Dr. Xu, António inicia-se naquela prática ancestral. Contudo, esta não vai ser a sua única revelação a Oriente. Quando conhece a sedutora e independente Fumi, ele apaixona-se pela primeira vez. Mas à sua volta, a violência eclode. A Rebelião dos Boxers ameaça todos os estrangeiros a viver no país. António terá de decidir-se rapidamente entre a fuga e a permanência na China, a sua segurança pessoal e a possível cura para o pai. E há ainda Fumi, o amor a que ele não tenciona renunciar e que o leva a questionar tudo, alterando irreversivelmente o rumo da sua vida.

Kunal Basu nasceuem Calcutá. Asua formação académica dividiu-se entre a Índia e os Estados Unidos. Além de O Português Inquieto, é autor de três romances e um livro de contos, The Japanese Wife , que deu origem a um filme. É professor na Universidade de Oxford. É casado e tem uma filha.  

O Português Inquieto, de Kunal Basu, da Asa, Grupo Leya, com 432 páginas e à venda por 17,00 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta