A magia do Cirque du Soleil enche o Pavilhão Atlântico com Alegria, até janeiro

Reportagem de Sara Santos (fotos)
e texto de Margarida Vieira Louro

Até dia 8 de janeiro a magia de Alegría, mais uma produção do Cirque du Soleil, estreada em 1994 e com direcção artística de Bruno Darmagnac, vai animar o Pavilhão Atlântico, em Lisboa e fazer as alegrias de miúdos e graúdos, que não dispensam uma ida ao circo na quadra de Natal.

Do elenco deste ano fazem parte 55 artistas e músicos originários de 17 países, entre eles o português – Diogo Faria ( antigo campeão nacional de trampolim), que interpreta o “Big Bird”, que encantam o espetador com as suas acrobacias e malabarismos, num jogo de cor e dança, harmoniosamente combinados.

Com estilo barroco e operático, com um extravagante guarda-roupa, a música ao vivo é uma constante e as actuações meticulosamente elaboradas oferecem ao público um surpreendente espectáculo artístico e atlético, num combinado de performances elegantes, quase etéreas proporcionadas pelo talento de cada artista, resultando numa simbiose perfeita .

Alegria tem a duração de  duas horas e meia, com intervalo, onde as acrobacias, são seguidas do Synchro Trapeze e da elevada energia do Aerial High Bars, em que trapezistas temerários voam para as mãos de outros que balançam a mais de 12 metros do palco, sucedida pelo ritmado Power Track, uma brilhante demonstração sincronizada de coreografia e saltos num sistema de trampolins que se esconde por baixo do palco e as  Russian Bars, artistas voam em espectaculares cambalhotas e flips para aterrarem numa barra com 10 centímetros de largura, pousadas nos ombros de colegas.

As sessões estão marcadas para dia 23 às 17h00 e 21h00, dia 25 de Dezembro às 17h00, 26 de Dezembro às 17h00 e 21h00, e de  27 a 30 de Dezembro às  21h00. No dia 1 de Janeiro as sessões serão às 17h00 e às 21h00, e de 3 a 6 de Janeiro às 21h00, no dia  7 de Janeiro às 17h00 e 21h00 e no último dia, a 8 de Janeiro, a sessão será às 17h00. Os bilhetes já estão à venda e variam entre os 35 e os 65 euros. A produção é da Everything is New.

Deixar uma resposta