A Colónia do Diabo, mais um thriller de James Rollins para a série Força Sigma

A Bertrand publica mais um livro de James Rolins para a série Força Sigma, o thriller A Colónia do Diabo, sobre uma hipotética colónia americana  que desapareceu no tempo e caiu no esquecimento.

Nos confins das Montanhas Rochosas, a terrível descoberta de centenas de corpos mumificados desperta a atenção internacional e provoca uma acesa controvérsia. Apesar das dúvidas quanto à origem desses corpos, a comissão local da Herança Nativa Americana reivindica os restos mortais pré-históricos, assim como os estranhos artefactos encontrados na mesma gruta: placas de ouro gravadas com uma escrita desconhecida.

No decorrer de uma manifestação no local da escavação, uma antropóloga tem uma morte horrível e é reduzida a cinzas numa violenta explosão  captada pelas câmaras de televisão. Todas as provas apontam para um grupo radical de nativos americanos, do qual faz parte uma jovem militante que consegue escapar com algumas dessas valiosas placas. Perseguida, ela pede ajuda à única pessoa que poderá ajudá-la: o seu tio, Painter Crowe, diretor da Força Sigma. Para ajudar a sobrinha e descobrir a verdade, Painter dá início a uma guerra entre as mais poderosas agências de espionagem do país. Surge contudo uma ameaça ainda maior quando uma assustadora reação em cadeia nas Montanhas Rochosas provoca uma catástrofe geológica que põe em perigo ametade ocidental dos EUA.

Painter Crowe une forças com o comandante Gray Pierce para desvendar os segredos de uma sombria cabala que manipula a história americana desde a fundação das treze colónias. Mas conseguirá Painter descobrir a verdade – e causar a queda de governos – antes que tudo o que lhe é caro seja destruído.

A Colónia do Diabo, de James Rollins, Bertrand, com 496 páginas, à venda por 17,70 euros.

Deixar uma resposta