Vivarium Festival No Porto Já Tem Cartaz Fechado

O Vivarium Festival decorre de 28 a 30 de março e, este ano, estende-se dos Maus Hábitos, para o Cinema Passos Manuel, Ateneu Comercial e Reitoria da Universidade do Porto – Biblioteca do Fundo Antigo, com cerca de 30 propostas e mais de 40 artistas.

Com um programa que cruza as áreas da música, performance, artes visuais e new media, dança interativa e pensamento, o Vivarium Festival pretende abrir um debate sobre as divergências e convergências entre Inteligência Natural e Inteligência Artificial, com o tema “Inteligência Natural, o que as Inteligências Artificiais (IA) ainda não podem fazer?”

No âmbito das celebrações do 18º aniversário do Maus Hábitos, reunir-se-ão os DJ’s das festas emblemáticas da casa, a encerar a segunda edição do Vivarium.

Na música estão nomes como Tim Hecker, que se apresentará num concerto a solo; a compositora americana Elizabeth Brown e o produtor irlandês Proc Fiskal. Nota ainda para o brasileiro Ricardo Dias, a cantora lírica Magna Ferreira, o criativo Yannick Hofmann e os músicos nacionais Stereoboy e BLEID.

O programa de Performances intitula-se “Uma corda estendida entre o animal e o super-homem, uma corda sobre o abismo” em referência a Nietzsche para ilustrar a especificidade da inteligência da espécie humana, que se distingue das IA por ser uma consciência viva, entre a animalidade que a constitui e as representações que constrói. Nota para as performances Poetic Corner(s), de Jung in Jung, numa apresentação multidisciplinar; Nun on the Moonde, da bailarina e coreógrafa Dasniya Sommer; Velvet Carpet, do performer Pedro Prazeres e Iwa-kagami , de Yuko Kominami.

As artes visuais, no ano de 18º aniversário do Maus Hábitos, centram-se numa exposição coletiva que revisita o arquivo fotográfico que a casa tem vindo a acumular ao longo dos anos, com fotografias de Daniel Pires. Nota ainda para Paisagem, do Escultor Isaque Pinheiro e Mala Noche – Encontros da Imagem, do fotógrafo Antoine d’Agata.

Destaque ainda para o workshop em realidade mista Enraizar para Virtualizar, orientado por Isabel Valverde e as Conferências Criar Conceitos – “Seguir Regras: Um Diálogo improvável entre Deleuze e Wittgenstein”, mediado por Sofia Miguens e “E-X-S-I – Encontro Expressão Entre o Som e a Imagem”.

Mais informações sobre o preço de bilhetes para cada um dos blocos programáticos e os horários podem ser consultados no site do evento.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.