Vinhos João Portugal Ramos Para A Mesa Desta Páscoa

Em contagem decrescente para o Dia de Páscoa, começa-se a preparar o repasto que vai fazer as delícias de toda a família à volta da mesa. Com o menu já planeado: cabrito, borrego, vitela, salada, marisco, tartes, pudins e folar, chegou a altura de pensar nos vinhos, para este almoço de domingo tão especial, o C&H recomenda-lhe três vinhos distintos, com a assinatura João Portugal Ramos.

Para as entradas, saladas, frios e mariscos a nossa escolha recaíu sobre um Pouca Roupa Rosé 2017. Original do Alentejo, este rosé é feito a partir de uvas das castas Aragonez, Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon, apanhadas em vindima mecânica noturna,

Apresenta uma cor salmão aberta, com aroma a frutos vermelhos, no paladar sente-se uma acidez bem equilibrada, e com final prolongado. Tem 12% de álcool.

Para o prato de peixe, marisco ou bacalhau, pode sempre optar por um branco bem fresquinho. A nossa escolha foi para um Marquês de Borba Branco 2017. Oriundo do Alentejo, este branco é feito com uvas das castas Arinto, Antão Vaz, Viognier, colhidas manualmente pela fresquinha.

Tem uma cor citrina aberta, sabor que também está presente no paladar com ligeiro toque a mineral. Tem uma boa estrutura e um final prolongado. O volume de álcool é de 12,5 %.

E para terminar, para acompanhar o prato principal, normalmente um assado bem temperado, a nossa sugestão vai para o Tons de Duorum Tinto 2016. Oriundo do Douro, este tinto é produzido com uvas das castas 50% Touriga Franca, 30% Touriga Nacional e 20% Tinta Roriz, localizadas a cerca de 400 m de altura, apanhadas manualmente para caixas de 15 Kg.

Para produzir este vinho seleccionam-se as uvas quando chegam à adega, sendo depois desengaçadas e esmagadas. Segue-se uma maceração pré-fermentativa a frio (10 a 12ºC) em lagares de inox equipados com robot de pisa, durante cerca de 3 dias. Após o final desta maceração as uvas esmagadas são transferidas para cubas de fermentação de aço inox, onde decorre a fermentação alcoólica a temperatura controlada, de cerca de 25ºC.

O resultado final é um aroma intenso dominado pelos frutos vermelhos frescos, como o morango e framboesa, e taninos muito suaves e maduros, bem envolvidos no seu corpo e volume. Tem 13,5% de volume de álcool.

Votos de Bom Proveito, bom almoço e Boa Páscoa!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.