Vindimas na Herdade do Esporão

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

esporao_08Copo de vinho numa mão, cacho de uvas na outra. Entre a esquerda e a direita, muitas outras mãos se entrepuseram. A Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, desvenda o segredo aos interessados. Participar no programa das vindimas, é ficar a conhecer todo o processo de transformação, mas também entrar nos rituais da poda e perceber as voltas que um cacho dá. No final, é degustar uma refeição completa, com os melhores sabores da época, preparada pela mão do chefe Miguel Vaz.

O programa das vindimas tem início no terreno. Os participantes são distribuídos pelas fileiras de vinha e depois de uma breve explicação, arregaçam as mangas. Mas não deviam, pois rapidamente se apercebem que sob o calor abrasador que se faz sentir, os trajes das trabalhadoras que os acompanham as poupam muito mais do que as leves t-shirts que envergam. Mais duro do que aparenta, o trabalho rapidamente perde ritmo. A posição curvada faz desejar voltar a ter o tamanho de uma criança e a fila de videira parece crescer à medida que o sol sobe no horizonte. Suspiros de alívio ouvem-se quando o boca-a-boca nos faz chegar a informação de que não é preciso carregar os cestos, pois eles serão recolhidos, mais tarde. Já nem nos importa saber por quem! A verdade é que o cansaço extremo é exclusivo dos estreantes, pois entre quem vive esta rotina sazonal, a conversa é animada.

esporao_06Agarramos a pausa para almoço com todo o entusiasmo e seguimos para a adega, onde nos é explicado todo o processo de transformação da baga da uva. Somos alertados para os cuidados com o meio ambiente, nas diferentes fases, e a preocupação com a sustentabilidade do processo. A redução de desperdício é uma constante. Descemos a 30 metros da superfície, onde a temperatura nos refresca o cérebro e mergulhamos nos quilómetros de pipas que ocupam o espaço. Aqui produz-se do princípio ao fim, inclusive o engarrafamento e a rotulagem, o vinho e o azeite do Esporão.

Com os níveis de conhecimento em matéria de vinho bem preenchidos, deleitamo-nos com um almoço Enograstronómico. Uma espécie de casamento perfeito entre os melhores produtos da terra com uma seleção de adequada de vinhos. Assim, o Menu das Vindimas abre com Carpaccio de Pato com azeitonas acompanhado de Vinha da Defesa Rosé 2012, seguido de Terrina de Bacalhau com tomate ao qual se juntou Esporão Reserva Branco 2012. Presa de Porco com puré de aipo e figos assados em licoroso é o prato que se segue, servido com um 4 Castas tinto 2011. A refeição termina com um Crumble de maças, peras e uvas e gelado de chocolate, harmonizado com uma Quinta dos Murças Porto Tawny 10 anos. Entre pratos tem ainda oportunidade de apreciar a galeria de arte que constitui os trabalhos expostos no restaurante. Trata-se dos originais elaborados por artistas plásticos como Pedro Proença, Joana Vasconcelos, José de Guimarães ou Manuel Cargaleiro, entre muitos outros, que deram origem a rótulos de vinho.

Ainda antes de abandonar o Centro de Visitantes da unidade de Enoturismo da Herdade do Esporão vale a pena visitar a loja, onde pode adquirir os vinhos e azeites produzidos nesta casa, bem como exemplares mais raros, como os vinhos de produção experimental, cujo engarrafamento é limitado e por isso comercializado apenas dentro destas portas.

A Herdado do Esporão assinalou no passado dia 27 de setembro o seu 40º aniversário, num grande evento que reuniu algumas das personalidades que marcaram e continuam a fazer a diferença no percurso da empresa, como parceiros, artistas, imprensa, representantes do governo, família e amigos. Fundado por José Roquette, e agora liderado pelo seu filho João Roquette, com propriedades no Alentejo, a Herdade do Esporão, e no Douro, a Quinta dos Murças, o Esporão é hoje uma referência incontornável dos vinhos e azeites portugueses, contando com marcas emblemáticas como Esporão e Monte Velho.

O programa das Vindimas em que participámos decorreu durante o mês de setembro e é uma das atividades do projeto do Enoturismo da Herdade do Esporão. Preparados para receber grupos organizados assim como visitantes espontâneos têm um vasto leque de atividades a decorrer durante todo o ano. Promovem visitas guiadas às adegas, caves, centro histórico, bem como passeios pela Herdade. As provas de vinho, cursos de vinho e gastronómicos são outras boas razões para visitar este espaço. As atividades podem ser consultadas no site do Esporão.

O C&H participou no programa das Vindimas a convite do Enoturismo da Herdade do Esporão.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.