Viena E Os Mercados De Natal – A Magia da Quadra!

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

Visitar uma cidade durante o mês de dezembro é também conhecer o seu lado festivo. A azáfama nas ruas aumenta à medida que se aproxima a data do advento e ao percorrer ruas iluminadas, com decoração natalícia temos muitas vezes uma imagem mágica de uma metrópole.

Viena é, nesta altura do ano, um dos destinos da Europa mais aliciantes. Para além da sua dinâmica cultural, tem uma variedade de Mercados de Natal tão grande, que ajuda ter um roteiro debaixo de olho para saber o que é que pode encontrar e onde. O espírito do Natal, o gluckwein (vinho quente com especiarias), a poncha e as salsichas é garantido que encontra em todos. Venha connosco conhecer as novidades de 2014!

O Mainstream

Na Rathausplatz encontra o tipo de mercado clássico, frente ao edifício iluminado da Câmara Municipal. Tem a maior árvore de natal e um grande parque de atrações na envolvente, com iluminações a condizer: uma árvore de corações, outra de cupcakes, um castelo de princesas e até um comboio que faz a ligação entre as duas extremidades. O comércio centra-se nos produtos tradicionais de decoração de natal, artesanato e gastronomia austríaca. Agrada a todos e a afluência, ao fim de semana, é massiva. O mesmo acontece na Vila Natal localizada na Maria-Theresien-Platz, entre o Museu de História Natural e o Museu de História de Arte.

O Alternativo

Junto à igreja Karlskirche parece que, mesmo os que viram costas ao consumo desenfreado, gostam de celebrar o Natal e aproveitam para oferecer lembranças alinhadas com as boas energias. Neste Arts & Crafts Market há variedade de produtos bio e zen com uma preocupação de sustentabilidade inerente. No meio do mercado há um recinto com palha que faz as delicias das crianças. Animais de quinta e um curioso circuito feito de engenhos que se movem a pedal são a principal atração. Há também animadores para entreter os mais pequenos. Verdadeiramente especial é o carrocel deste mercado, cuja extrema originalidade assenta na combinação de brinquedos antigos e outros objetos muito pouco comuns nas atrações de feira, aqui a darem azo a “viagens” de sonho.

 

O Trendy

No Quarteirão dos Museus (MQ) a tradição cede passagem à inovação. No primeiro fim de semana de dezembro, a Electric Avenue, corredor que liga os edificios, foi um bulício de bancas de produtos originais e marcas exclusivas. Artistas, estilistas e designers tiveram oportunidade de aqui expor e vender as suas sofisticadas criações. No pátio do MQ tem lugar a animação e essa, vai-se manter durante todo o mês.Foram lá montados pavilhões, a fazer lembrar iglus, onde, com todo o conforto pode beber um copo e descontrair com a variada programação de Djs. É, sem dúvida, o spot trendy da cidade nesta época natalícia, com projeções de video nos edificios em redor a completar o ambiente.

Os Reais

Numa cidade cujas memórias se escrevem sobre a herança do poder e riqueza do Império Austro-Húngaro há também espaço para nobres e reais mercados de natal. A entrada de Schonbrunn tem a sua própria venda de artesanato, poncha e biscoitos de natal que podem ser apreciados com música ao vivo. Muitos dos produtos aqui vendidos têm por tema coroas, princesas e outras realezas. O mesmo acontece numa das alas do Palácio de Belvedere, junto ao lago sobre o qual pairam agora estrelas iluminadas. O edificio destinado a ser a residência de verão do Principe Eugénio de Saboia alberga, hoje em dia, a Galeria de Arte Austriaca. Os jardins são, durante o mês de dezembro, ponto de encontro das familias para o tradicional convívio.

Pink Market

A grande novidade de 2014 é o Pink Market. Realiza-se, este ano, pela primeira vez junto à estação de Kettenbrückengasse no Naschmarkt, no coração da área gay e lésbica de Viena e promete agitar com festas até mais tarde. A abertura do “Natal Rosa em Viena” teve lugar no dia 1 de dezembro, para coincidir com o Dia Mundial da Sida, em cooperação com organização Aids Hilfe Wien. Conta com a presença de bancas de conhecidos espaços de animação noturna LGBT.

A oferta de mercados de natal na cidade estende-se a outros espaços, mais tradicionais. Sempre com muita animação programada, tanto de dia para as crianças que em grupos escolares assistem a espetáculos, como à noite, para as familias. A ponte de ligação entre os mercados faz-se por ruas iluminadas, algumas delas, dignas de palácios barrocos. Os gigantes candelabros da Graben ou os globos vermelhos da Rotenturmstrasse impressionam pela sumptuosidade.

Viena é uma cidade que nos inunda os sentidos. Visitar a cidade de Sissi, durante este inverno, é entrar a pé num manual de história. À tradição imperial junta-se a criatividade contemporânea, num variado leque de exposições temporárias, patentes em diferentes pontos da cidade: os trajes originais da Imperatriz Elisabeth no Sissi Museum, Henri de Toulouse-Lautrec no Bank Austria Kunstforum Wien, Alberto Giacometti no Leopold Museum, Monet no Belvedere e Velazquez no Kunsthistorisches Museum foram algumas das exposições que o C&H teve oportunidade de visitar, e em breve dará conta com maior detalhe. Bruegel, Gustav Klimt e Egon Schiele têm obras em exposição permante nesta cidade, fazendo destes museus paragem obrigatória.

Os belíssimos cafés de Viena, de ambiente requintado, os bailes a partir de janeiro e as galerias escondidas, são surpresas a descobrir, nesta encantadora cidade, sem necessidade de coordenadas especiais. Deambulámos entre a arquitetura progressista de Otto Wagner até à criatividade sustentável e visionária das casas de Hunterwasser onde a vida vive em harmonia com a natureza.

Para a despedida, uma volta na roda gigante do Prater, atração maior da cidade desde 1897. Diferente de todas as outras modernas rodas gigantes que há espalhadas pelo mundo, esta mantém pitorescas cabines que podem ser alugadas para festas, ou algum momento mais especial.

Informações Úteis:

No Posto de Turismo de Viena encontra todas as informações sobre eventos, hoteis, transportes e ainda wi-fi gratuita. Pode lá pode adquirir um Viena Card (72 horas custa 21,90 euros ou 48 horas custa 18,90 euros) que lhe dá acesso a todos os trasportes públicos da cidade bem como descontos nas entradas dos museus e em algumas lojas.

Para os aficionados da Princesa Sissi, interessados em ver todo o espólio existente em Viena, há um Bilhete Sissi (Sisi Ticket) que dá acesso ao Palácio de Schönbrunn (grand tour, com passagem pelas 40 salas do palácio e audioguide), ao Hofburg, onde se encontra o Museu Sissi (audioguide incluído) e à Imperial Furniture Collection, a exposição única de mobiliário que vai do período Barroco ao Biedermeier, passando pelo movimento modernista de Viena e o design de mobiliário austríaco contemporâneo. O bilhete de adulto custa 25,50 euros e  o de criança 15 euros. É válido durante um ano. No palácio Schönbrunn há uma entrada direta (fast track) para os portadores deste bilhete.

A TAP Portugal tem voos diários para Viena. A duração média de um voo é de 3 horas 30 minutos.

A equipa do C&H viajou para Viena com o apoio do Turismo de Viena e da TAP Portugal

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.