Três Mulheres Com Máscara De Ferro Inaugura Temporada Do Teatro Aberto

A ópera Três Mulheres com Máscara de Ferro, de Agustina Bessa-Luís, com música de Eurico Carrapatoso abre a temporada 2018/2019 do Teatro Aberto, em Lisboa, sendo apresentadas três récitas únicas nos dia 5 e 6 de outubro, às 21h30 e no dia 7, às 16h00.

A partir do texto Três Mulheres com Máscara de Ferro de Agustina Bessa-Luís, o encenador João Lourenço e o compositor Eurico Carrapatoso, desafiados pelo Círculo Literário Agustina Bessa-Luís, levaram à cena a peça homónima, um drama em um ato, com direção musical de João Paulo Santos e dramaturgia de Vera San Payo de Lemos.

Depois da estreia, em 2014, na Fundação Calouste Gulbenkian e de ter sido levado à cena na Sala Azul do Teatro Aberto, a peça regressa ao Teatro Aberto para três récitas.

As três protagonistas, Fanny Owen, Ema e Sibila, serão interpretadas pelas solistas Ana Ester Neves, Angélica Neto e Patrícia Quinta. A música foi composta para clarinete, violino, violoncelo e piano.

O preço do bilhete normal é de 20 euros, de 10 euros para jovens até aos 25 anos e de 16 euros para séniores com mais de 65 anos, e podem ser adquiridos no local e online.

Em novembro estreiam as peças A Verdade e A Mentira, duas peças da autoria de Florian Zeller, com encenação de João Lourenço, dramaturgia de Vera San Payo de Lemos e interpretação de Joana Brandão, Miguel Guilherme, Patrícia André e Paulo Pires. As peças vão estar em cena na mesma altura e serão representados pelo mesmo elenco.

Em A Verdade e A Mentira põem-se as variáveis do que será verdade e do que será mentira à discussão e demonstra-se como a arte de representar se pode desdobrar em múltiplos sentidos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.