TNSC Apresenta Versão Original De Cinderela Em Conjunto Com O Chapitô

Nos próximos dias 25 e 26 de junho, o palco do Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, recebe uma versão diferente e inédita de Cinderela, que junta ópera e circo apresentada pelos alunos do Chapitô e pelo coro do TNSC.

Da autoria de Pauline Viardot (música e libreto), esta versão junta cantores líricos e 27 alunos do Curso de Interpretação e Animação Circenses do Chapitô, num espetáculo de final de ano letivo.

A ópera cómica de salão Cendrillon foi composta por Pauline Viardot em 1904 (quando esta tinha 83 anos), propositadamente para piano e vozes, e divide-se em três atos, tendo por base o conto Cendrillon, de Charles Perrault.

Num animado salão juntam-se artistas, intelectuais, boémios.
Em que época? É difícil dizer. Vai contar-se, ou viver-se, ou “brincar-se”, uma história: Cinderela. Um clássico.
Todos contam, todos observam. Aqui três Cinderelas, ali dois Príncipes. Uma Irmã Má agora, que mais adiante é uma Fada Madrinha.
Cada um mostra a sua particular visão de cada momento, de cada emoção, de cada peripécia. Uns cantam, outros falam, outros ainda exprimem-se com o corpo.
As personagens desdobram-se, as cenas sobrepõem-se, os objectos transformam-se.
Todo o palco é cenário e também plateia.
No fim, mais que o enredo – já tão conhecido – ficará o prazer do jogo.

A versão em português é da responsabilidade de Luís Rodrigues, com direção musical de João Paulo Santos, que também estará ao piano, e encenação de Mário Redondo, numa co-produção TNSC/Chapitô.

As vozes estão a cargo de Ana Franco – Maria (Cinderela), João Oliveira – O Barão de Pic’torcido, Sónia Alcobaça – Magalona, Ana Ferro – Armelinda, João Cipriano Martins (elementos do Coro do Teatro Nacional de São Carlos) -O Príncipe Encantado, Bárbara Barradas – Fada Madrinha e Marco Alves dos Santos – O Conde Miscarudo.

A interpretação circense é dos alunos do 1.º ano do Curso de Interpretação e Animação Circenses da Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espetáculo do Chapitô.

Cinderela vai poder ser vista e ouvida no Teatro Nacional de São Carlos, no dia 25 de junho, às 21h00 e no dia 26 de junho, às 16h00. Os bilhetes custam entre 10 e 20 euros e podem ser adquiridos online e na bilheteira do TNSC.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.