The Peking Acrobats – Os Acrobatas Chineses Andam Pelo País

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva 

Torna-se difícil manter uma respiração regular quando no palco há pessoas a desafiar as leis da gravidade muito além do que julgamos possível. The Peking Acrobats estão em Portugal com um espetáculo de cortar o fôlego.

Sem corda, sem rede ou qualquer tipo de amparo executam vários números de acrobacia desenvolvidos a partir da tradição circense oriental. Demonstram perícia exímia, domínio do corpo e força, que, envolvidos em graciosidade quase nos iludem de que é fácil o que estamos a ver. Pura ilusão. Não tentem repetir em casa!

Malabarismo, contorcionismo, equilíbrio, diablo, dança do dragão são alguns dos números apresentados que, não raras vezes, se combinam entre si. Momentos de pura diversão têm também aqui espaço, apesar de irem além do simples palhaço que faz rir pela forma desajeitada com que se movimenta. Estamos ainda por descobrir com se desloca um dos acrobatas, dobrado ao meio, por um tubo, quando para o comum dos mortais, a simples travessia poderia ser difícil.

 

Duas horas de espetáculo em que nos contorcemos no lugar ao ver como usam as cadeiras para criar estruturas e utilizá-las como plataformas para as suas figuras. Um dos números é feito à beira do palco, junto aos primeiros lugares da plateia. E para o final, quantas pessoas acha que pode levar uma bicicleta?

The Peking Acrobats é um espetáculo a não perder, para quem acha que os números de acrobacia são a melhor parte do circo.  Repetem hoje apresentação no Centro Cultural de Belém, às 21h00.

A digressão nacional continua por Leiria, dia 27 de novembro no Teatro José Lúcio da Silva, 28 de novembro na Figueira da Foz (Centro de Artes e Espetáculos) e 30 de novembro em Faro no Teatro das Figuras. Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais e custam entre 25 e 40 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.