Teixeira De Pascoaes Em Debate Em Amarante

Até 31 de março, a cidade de Amarante acolhe o III Congresso Internacional de Pascoaes – Teixeira de Pascoaes: Pensamento e Missão, no âmbito das comemorações dos 140 anos do seu nascimento e dos 65 da sua morte.

O evento contou com a presença do Professor Catedrático, vice-reitor da Universidade de Lisboa, presidente do Conselho Geral Independente da RTP e vencedor do Prémio Jacinto do Prado Coelho de 2016 com a obra Uma Admiração Pastoril Pelo Diabo – Pessoa e Pascoaes, António Feijó, para presidir à sessão de inaugural.

Vários estudiosos oriundos de Espanha, Itália, Colômbia, e Portugal foram convidados para ao longo de cinco dias discutir a obra de Pascoaes: o valor e a exigência do seu complexo pensamento “sobre literatura, filosofia, religião, arte, pedagogia. Perceber um tempo e um mundo de outros tempos, através do vasto legado do mesmo poeta é o que se propõe”.

Os participantes podem, ainda, contar com a contribuição do atual administrador executivo da Fundação Gulbenkian no debate sobre Pascoaes, Guilherme d’Oliveira Martins, que o refere como “um dos grandes poetas da língua portuguesa”, e relembra que “Cesariny disse dele que era ainda maior do que Pessoa”.

Para a sessão de encerramento do congresso deste ano, a organização premiará os participantes com a publicação dos dois primeiros volumes de ensaios “elaborados a partir do resultado dos dois congressos anteriores”, por se tratar de “uma marca científica deixada por este projeto que visa não só fazer jus à grandiosidade da obra de Teixeira de Pascoaes, como também trazer à luz um conjunto robusto de ensaios literários e filosóficos (mais de 40 autores nacionais e internacionais tornaram esta obra possível) que contribuirão para reconfigurar o justo lugar de Pascoaes no pensamento universal”, conforme mencionou Sofia Carvalho, mentora e presidente da comissão organizadora do Congresso. A mesma menciona, ainda, que este é “um Congresso Internacional que reúne uma geração de especialistas de renome e uma nova geração pensadores, cujo diálogo garantirá a continuidade e a renovação dos estudos sobre Pascoaes e o seu indiscutível legado para o futuro”, e do qual resultará o terceiro e último volume de ensaios.

Do vasto programa destacámos a presença do filósofo e pensador de peso António Braz Teixeira, do “Movimento da Filosofia Portuguesa”; do docente de Filosofia da UCP de Lisboa, Professor Manuel Cândido Pimentel, autor de vários estudos sobre Pascoaes, Leonardo Coimbra e tantos outros pensadores luso-brasileiros; do Professor Mário Garcia, docente na Universidade Católica de Braga, que estabelecerá uma certeira comparação entre Milton e Pascoaes, autor a quem dedicou grande parte da sua atenção; e, por último, o Professor Manuel Ferreira Patrício, o grande dinamizador e sócio-fundador da Associação MARÂNUS, Associação Divulgadora da Vida e da Obra de Pascoaes. Do programa ressalta-se, ainda, os contributos de pensadores internacionais, como italiano António Cardiello e o colombiano Jerónimo Pizarro que se dedicam ao estudo do pensamento português contemporâneo.

A organização deste Triénio Pascoalino coube à Câmara Municipal de Amarante, em parceria com o Instituto de Ciências da Cultura Pe. Manuel Antunes, o Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL), a Biblioteca Nacional de Portugal (BNP), entre outras instituições.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.