TEC Apresenta Diaburas De Renhaunhau Para Os Mais Pequenos

Renhaunhau, um gato malandro e comilão, delicia-se com uma história que o seu dono Júlio lhe conta para que este pare de pensar em comer. É então que Renhaunhau se apaixona por Bonita, personagem do livro, uma gata vadia que quer encontrar um dono que a estime. 

É assim que começa a nova peça infantil – Diaburas De Renhaunhau que o TEC (Teatro Experimental de Cascais) vai apresentar a partir do próximo dia 29 de outubro, no Teatro Municipal Mirita Casimiro, em Cascais.

Adaptada para teatro a partir de um conto de A. Victor Machado (filho), esta peça de Renato Pino, “remete-nos para uma lição de respeito uns pelos outros e também pelos animais. Por outro lado podemos apreciar uma crítica à avareza, isto tudo recheado com canções muito divertidas.”

A dar vida aos personagens vão estar Bárbara Branco (Gata Bonita / Demónio), Diogo Carmona (Anjo), Miguel Amorim (Gato Renhaunhau), Pedro Russo (Menino Júlio), Renato Pino (Unhas de Fome), Teresa Côrte-Real (Tia Anastácia) e Vera Feu (Gata Bonita / demónio). A encenação é de Carlos Avilez, as músicas de Tiago Machado e a direcção vocal de FF.

Diaburas De Renhaunhau  pode ser vista ao sábado às 16h00 e aos domingos às 11h00, e tem a duração de 50 minutos. Os bilhetes estão à venda no local e custam 5 euros até aos 12 anos, 7,50 euros até aos 21 e 10 euros para adultos. As reservas podem ser feitas por telefone: 214670320 ou por email: acontecenotec@gmail.com. A peça está aconselhada para maiores de 6 anos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.