Teatro de Almada apresenta Programação para 2015

Teatro de AlmadaTeatro , mas também outras áreas de intervenção artística como a dança, música e artes plásticas compõe a programação do  Teatro Municipal Joaquim Benite em Almada para 2015. Rodrigo Francisco, diretor da companhia, apresentou a programação, na passada semana, da qual destaca não só as produções da próprias como os convites feitos a outros encenadores. Em janeiro repõem Kilimanjaro, o Pelicano a volta também à cena em fevereiro e O Mandarim que regressa em novembro. Rodrigo Francisco propõe-se refletir sobre os conceitos de cidadania e reflexão para a estreia de A Tragédia Otimista, um texto original de Vsevolod Vichnievski, com data de estreia prevista para dezembro. Teresa Gafeira tem em construção um novo espetáculo infantil, que vai, mais uma vez, trazer os compositores clássicos para o palco: Pastéis de Nata para Bach vai estar em cena também no final do ano.

O diretor do TMJB destacou ainda dois convidados muito especiais que fazem parte da programação de 2015: “são dois dos mestres do teatro europeu, ainda em atividade, que vêm dirigir espetáculos a esta casa”. Matthias Langhoff com Mauser e Luís Miguel Sintra com Hamlet. Estes encenadores vêm a Almada trabalhar com este grupo de atores, vincando assim a orientação desta companhia não só para a produção de espetáculos como também na formação de novas gerações.

Teatro de AlmadaSão ainda convidados desta casa, durante o ano, os Artistas Unidos com Gata em Telhado de Zinco Quente, O Teatrão de Coimbra com O Contrabaixo e Moscovo fica Mais para Norte, Mundo Razoável do Porto com Longe do Corpo, TeatroMosca de Sintra com Moby-dick e O Som e a Fúria, Teatro do Vão com Radiografia de um Nevoeiro Imperturbável, Teatro do Bairro com Mana Solta a Gata, Acta – A Companhia de Teatro do Algarve com Nossa Senhora da Açoteia e À Espera de Godot, Culturproject com Misterman, Joana Samões de Almada com África Fantasma, Companhia de Teatro de Braga com No Alvo e A Máquina do Mundo, o Teatro Estúdio Fontenova de Setúbal com Saudação a Walt Whitman, Cine-teatro Constantino Nery com Trago-te na Pele e Caminham Nus Empoeirados, Teatro Nova Europa do Porto com Instantáneas, Companhia João Garcia Miguel de Torres Vedras com Hamlet Talvez, Não D’Amores de Segóvia com Misterio del Cristo de Los Gascones e de Santiago de Compostela o Centro Dramático Galego com Unha Corrente Salvaxe. O apoio aos “novos criadores e às companhias que não têm espaço físico próprio para trabalhar, de norte a sul do páis” é uma das extensões da atividade deste Teatro que acredita, desta forma, valorizar-se com a troca de experiências refere Rodrigo Francisco.

Na dança Almada, vai poder assistir, entre outros, à reposição de Fica no Singelo de Clara Andermatt ou à apresentação do Ballet Nacional da Argentina com Chopiniana, O Corsário, A Morte do Cisne, Clair de Luna e Birthday Offering.

Luis Represas, Áurea, António Zambujo ou Orquestrada são alguns dos concertos previsto ao longo do ano, havendo também espaço para os clássicos com Teatro Nacional de S.Carlos,  a Orquestra de Câmera Portuguesa, o Coro Juvenil de Lisboa ou a Orquestra Filarmónica Mediterránea de Madrid.

Teatro de AlmadaA fotografia de Carlota Mantero, José de Almeida e de AA, assim como a pintura de Pedro Almeida vão ocupar a galeria do Teatro durante este ano.

O Teatro Municipal Joaquim Benite tem um Clube de Amigos, cuja inscrição a partir de 25 euros/ ano (jovens), 30 euros /ano (sénior), 40 euros/ ano  (geral) ou 100 euros (benemérito) que permite entrada gratuita nas produções na Companhia de Teatro de Almada, 50% de desconto em todos os espetáculos acolhidos, 50% de desconto para os acompanhantes em todos os espetáculos e menu de refeição completa por 7,5 euros no Restaurante do Teatro.

Por Tânia Fernandes (texto) e António Silva (fotografias)

 

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.