Teatro da Trindade leva a cena comédia «Fala da criada dos Noailles»

Fala da criada dos Noailles, de Jorge Silva Melo é a peça escolhida pelo Teatro da Trindade, em Lisboa, para subir à cena da Sala Principal, de 6 a 29 de Janeiro de 2011.

Sob o título Fala da criada dos Noailles que no fim de contas vamos descobrir chamar-se também Séverine numa noite do Inverno de 1975 em Hyères, a comédia é inspirada livremente nos filmes O Meu Último Suspiro de Buñuel e nas botinas de Diário de Uma Criada de Quarto.

A acção principal decorre na década de 70, no palacete de Hyères, onde vive o Conde de Noailles, no centro da acção está uma criada, que revive os bailes e a altura de riqueza do período de rodagem do filme L`Age D´Or de Luis Buñuel, que vem visitar o castelo, fazendo surgir várias lembranças.

A peça conta com a presença de Elsa Galvão, Vânia Rodrigues, João Miguel Rodrigues, Pedro Mendes, António Simão, Diogo Garcia, Pedro Carraca, entre muitos outros. A encenação é da responsabilidade de Jorge Silva Melo e é uma co-produção dos Artistas Unidos.

Os espectáculos estão marcados de quarta a sábado às 21h00, e domingo às 16h00, com uma sessão extra às 16h00 no sábado dia 29.

Mais informações em www.teatrotrindade.inatel.pt.

Texto de Elsa Furtado

Foto do Teatro da Trindade

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.