Teatro D. Maria II apresenta O Avarento de Molière

o_avarentoÉ já a 21 de novembro que o Teatro Nacional D. Maria II estreia O Avarento. A peça de Molière marca o regresso do Ensemble, depois da apresentação de O Doente Imaginário em 2013.

Possivelmente a comédia mais dura do dramaturgo, O Avarento apresenta-nos a um homem que vive obcecado pelo dinheiro, desconfiando de tudo e de todos. Para a companhia, esta é uma tentativa de entender “como jogam hoje em cena os seus beatos que não acreditam em deus, os seus médicos de pouca fé na medicina, os seus advogados que enganam a lei, os seus críticos que não sabem distinguir o bom do mau, os seus pedantes que se servem da ciência para as honrarias do seu prestígio pessoal, as suas mulheres que professam o amor à literatura e ao conhecimento em puro exercício de snobismo, os seus poetas que trocam insultos como vulgares lacaios”.

Estreado em 2009 no Teatro Nacional São João e distinguido no ano seguinte no Festival de Almada com o Prémio do Público, O Avarento conta com a encenação de Rogério de Carvalho. Em palco estarão Jorge Pinto, Emília Silvestre, Clara Nogueira, Ivo Alexandre, Isabel Queirós, Pedro Galiza, Vânia Mendes, Miguel Eloy, António Parra, João Castro e Ivo Luz Silva.

A peça fica em cena na Sala Garrett até 7 de dezembro, tendo apresentações às quartas-feiras as 19h00, de quinta a sábado às 21h00 e aos domingos às 16h00. Os bilhetes, à venda nos locais habituais, custam entre 11 e 45 euros.

Texto de Alexandra Gil

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.