Teatro Carlos Alberto (TeCA) estreia espetáculo de Jacinto Lucas Pires “Enrique IV, parte 3”

Henique IV, parte 3, uma incursão na obra de Shakespeare, da autoria de Jacinto Lucas Pires, é a peça que a companhia Ninguém e em coprodução com o TNSJ apresentam a partir de amanhã, no Teatro Carlos Alberto (TeCA), no Porto.

Um tradutor, Henrique, como um príncipe precário. Quer mudar Shakespeare para a língua portuguesa mas tem de passar os dias a fazer traduções técnicas de empilhadoras e autoclismos para ganhar a vida. É preciso pagar o crédito da casa, do carro, a eletricidade, a água, o gás, a internet, vários seguros, impostos, o telemóvel, etc. Iolanda, a mulher, trabalha como educadora de infância. Sonha ter filhos, mas só quando conseguirem “alguma estabilidade”. No dia de São Nunca À Tarde, talvez. E há ainda Miriam, a mulher-a-dias, passeando o seu desprezo tão sedutor pela sala de estar. Henrique vive a vida aos poucos, deixando-se ir – até que conhece Falstaff. Exato, o próprio. O grande gordo genial de Shakespeare. Uma visão real. Mais real que irritações quotidianas, frustrações empilhadas, mais sólida que este triste tempo, feito de tempos mortos. Uma visão realíssima sentada no banco da cozinha a enfardar bolachas de manteiga escocesas: Falstaff! E a partir daí, bum, a vida vem toda de uma vez.

A peça conta com encenação de Jacinto Lucas Pires e inclui excertos de Henrique IV – Partes 1 e 2.

Em cima do palco vão estar Ivo Alexandre – Falstaff, Luís Araújo – Henrique, Paula Diogo -Miriam e Anabela Faustino – Iolanda.

A peça, para maiores de 14 anos, pode ser vista até ao dia 13 de novembro, de quarta a sábado, às 21h00 e aos domingos às 16h00. Os bilhetes podem ser adquiridos no local e online e custam 10 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.