Teatro Aberto recebe lançamento de Música e Poesia Satírica Portuguesa dos Penicos de Prata

penicos_de_prataA Sala Vermelha do Teatro Aberto abre as suas portas no próximo dia 11 de novembro, para o lançamento de Música e Poesia Satírica Portuguesa, livro e CD dos Penicos de Prata, dedicado a autores do séc. XX.

O quarteto de cordas e vozes formado por Catarina Santana no ukuleleAndré Louro na guitarraJoão Paes no violoncelo e Eduardo Jordão no contrabaixo, apresentam dois concertos que celebram o melhor do repertório poético erótico português, às 19h00 e às 21h30.

A música dos Penicos de Prata acompanha cada palavra, cada poema de António Botto, Carlos Queirós, Ernesto Manuel de Melo e Castro, Liberto Cruz, Ana Abel-Paúl, Francisco Eugénio dos Santos Tavares, António Maria Eusébio (O Calafate), José Anselmo Correia Henriques, João Vicente Pimentel Maldonado e Fernando Pessoa, partilhando o património poético erótico português, “provocando reacções e desafiando emoções”.

Liberto Cruz escreve o prefácio do livro e José Grazina, Rui Silvares, Teresa Silva, António Jorge Gonçalves, Bárbara Assis Pacheco, Luis Manuel Gaspar, João Lima, Paulo Capelo Cardoso, Paulo Araújo e António Viana ilustram as canções.

Os concertos contam com alguns convidados, como João Lima na guitarra portuguesa e voz, Gonçalo Santos na percussão, os cantores Catarina Molder e Rui Baeta, Tiago Derriça nos arranjos e a participação especial do ator Victor de Sousa.

Os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira do Teatro Aberto e custam 10 euros.

Texto de  Susana Sena Lopes

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.