Tango Pasión e a Paixão pelo Tango juntos no CCB

TReportagem de Madalena Travisco (texto) e Joice Fernandes (fotografias)

Sinfonía de Tango é o nome do mais recente espetáculo da premiada companhia Tango Pasión, apresentado ontem no Grande Auditório do CCB em Lisboa. Um tributo à música de Astor Piazzolla, não se esgotando porém na herança deste compositor e tocador de bandoneon (uma espécie de concertina) que revolucionou o tango com elementos de jazz e de música clássica.

Todo o espetáculo proporciona um encontro com a sonoridade argentina, com o sexteto formado por dois bandoneons, um piano, dois violinos e um contrabaixo sob direção musical de Gabriel Merlino.

Os doze bailarinos executam coreografias assinadas por Osvaldo Ciliento, em performances que impressionam os apreciadores da mais típica dança argentina. A voz que traz o tango – ópera “Maria de Buenos Aires” completa o retrato da sociedade milongueira.

Como em todos os espectáculos, há os rendidos à versatilidade e sensualidade do tango ou os simples curiosos que não podem deixar de sentir a paixão eminente a cada passo, sendo certo que:

“Para bailar esta milonga,
hay que tener primeramente
una buena compañera
que sienta en el alma
el ritmo de fuego así… “

[satellite auto=on caption=off thumbs=on]

 

Tango Pasión regressa hoje ao CCB para duas atuações, às 16h00 e às 21h00. Os bilhetes têm um custo entre 15 e 40 euros.

A digressão passa ainda pelo CAE Figueira da Foz, nos dias 26 e 27 março, às 21h30, e os bilhetes têm um custo entre 25 e 30 euros; e pelo Coliseu do Porto, no dia 28 março, às 21h30, com preços entre os 10 e 32,50 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.