Home Tags Cultura

Tag: Cultura

Crónica: Cultura Para Todos

Nº 15 – Para que serve o Teatro Municipal Maria Matos?

Crónica: Cultura Para Todos

Nº 14 – Para que servem os Dias Internacionais e Mundiais?

Crónica: Cultura Para Todos

Nº 13 – Para Que Servem Os Megamuseus?  Longe vão os tempos, mais exatamente em setembro de 1997, em que assisti a estranha inauguração do...

Crónica: Cultura Para Todos

Crónica: Cultura Para Todos - Nº 12 - Para que serve a Memória Histórica?

Crónica: Cultura Para Todos

11. Para Que Serve Uma Catedral?O património cultural do coração de uma cidade e o estado em que se encontra, é revelador da sua História e da maneira de ser dos seus habitantes. Sim, é um chavão, mas é para ganharem balanço.

Crónica: Cultura Para Todos

Confesso que tenho uma debilidade pelas livrarias de rua. O mais estranho é que não consigo explicar porquê. Sei porque gosto de uma panacota de frutos vermelhos ou de uma tarte de limão, mas a sensação de poder estar na rua e entrar numa loja repleta de livros não tenho capacidade de a justificar. Na verdade o melhor até é ir sem a finalidade de comprar um livro. É suficiente deambular pelos corredores, folhear um livro e estar por ali. Custa-me por isso viver com o seu desaparecimento galopante, que tem vindo a piorar nos últimos anos. Ao mesmo tempo multiplicam-se as livrarias dos grandes grupos económicos trancadas em centros comerciais.

Crónica: Cultura Para Todos

Crónica: Cultura Para Todos 9. Para Que Serve Casar A Cultura Com O Turismo?

Crónica: Cultura Para Todos

Crónica: Cultura Para Todos 8. Para que serve um teatro vazio?

Crónica: Cultura Para Todos

7. Para Que Serve A Arte E O Património Na Riqueza Do País? Sei que, em tempos de cozinha de autor, em que os pratos são apresentados mais para olhar do que para comer, não será de bom tom  afirmar que sou fã do cozido à portuguesa, normalmente associado a doses fartas em diversidade e calorias. Mas a verdade é que sou. E uma vez que este não é um prato que coma diariamente, quando é o dia de o fazer prefiro que seja com todos os ingredientes que é suposto ter: da farinheira ao nabo e da couve à morcela. Precisamente pelo facto de ser uma escolha pontual tenho dificuldade em compreender aquelas pessoas que selecionam os alimentos que vão integrar esse cozido, quase como se quiséssemos selecionar qual dos cantores dos Beatles queremos ouvir.

Crónica: Cultura Para Todos

Há poucos anos atrás costumava almoçar num snack-bar de Lisboa por menos de cinco euros. Incluía (sim, vou parecer um reformado chato a vangloriar-se duma boa pechincha) prato, bebida, pão, sopa e café. O sítio era modesto mas a D. Graça (a proprietária) julgava ter uma capacidade de marketing eficaz. Mas não tinha. Das primeiras vezes ainda me deixei enfeitiçar pelas suas palavras sobre a feijoada de chocos ("uma maravilha, e cheira tão bem!"), ou a posta mirandesa ("já viu este naco tão grossinho, uma maravilha e cheira tão bem!"). Tudo mudou quando ela me apresentou um prato de iscas à portuguesa. "D. Graça, esta é a única coisa que não consigo comer". Ficou surpreendida e respondeu "Não diga isso, olhe para esta maravilha, cheira tão bem." Para a D. Graça tudo era igualmente bom independentemente se gostássemos ou não.

Instagram

Últimas Notícias

Passatempo: FIA 2019

O C&H e a FIA – Feira Internacional de Artesanato de Lisboa têm para oferecer 10 convites duplos para a 32ª edição da Feira Internacional de Artesanato de Lisboa, que decorre entre 29 de junho e 7 de julho, das 15h00 às 24h00.

Passatempo: KIDS MUSIC FEST 2019

Passatempo: Festival Panda 2019

Em Viagem

Para Saborear

A Não Perder

Passatempos