Sugestões Para O Dia Do Pai 2020

Amanhã celebra-se o Dia do Pai, sabemos que estamos a viver uma época de excepção, mas mesmo assim não quisemos deixar passar a data em branco e deixamos aqui algumas sugestões de prendas para o Pai, que é possível desfrutar em casa: 3 livros e um cd.

Começamos com o mestre do mistério e espionagem, Daniel Silva, que regressa com mais uma aventura de Gabriel Allon – A Rapariga Nova, com selo da Harper Collins e acabado de chegar às livrarias.

Num elitista colégio particular suíço, o mistério rodeia a identidade de uma menina de cabelo preto que chega todas as manhãs acompanhada por uma escolta digna de um chefe de Estado. Dizem ser filha de um empresário muito rico. Na verdade, o seu pai é Jalid bin Mohamed, o difamado príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Antes aclamado pela sua promessa de empreender reformas religiosas e sociais, agora Jalid é alvo de duras críticas por parte da comunidade internacional devido à sua implicação no assassinato de um jornalista dissidente. E, quando a sua única filha é sequestrada,  Jalid recorre ao único homem capaz de a encontrar antes que seja tarde demais.

«Ia tapada da cabeça aos pés com dispendiosos tecidos de lã e de xadrez, como os que se viam na loja Burberry do Harrods. Trazia uma pasta de pele em vez de uma mochila de nylon e sabrinas de verniz reluzentes. A menina nova era muito educada e modesta. Mas não era só isso…»

Gabriel Allon, o lendário chefe dos serviços secretos israelitas, tem passado grande parte da sua vida a perseguir terroristas. Entre eles, inúmeros jihadistas financiados pela Arábia Saudita. O príncipe Jalid, ou JBM, como é conhecido, comprometeu-se por fim a quebrar o vínculo estreito entre o seu reino e o Islamismo radical. Só por esse motivo, Gabriel já o considera um colaborador valioso, muito embora não se fie dele. Juntos vão arquitetar uma aliança precária numa guerra secreta pelo controlo do Médio Oriente. A vida de uma menina e o trono da Arábia Saudita estão em jogo. Tanto Allon como Jalid têm numerosos inimigos. E muito a perder.

O livro, de 448 páginas, está à venda por 19,90 euros.

Da Marcador ( do Grupo Editorial Presença), o destaque vai para a novidade O Traidor, da autoria de Nelson DeMille, em coautoria com o filho, Alex DeMille.

Dois investigadores procuram na Venezuela um desertor do Exército que talvez saiba demasiado sobre uma operação secreta do Pentágono…
Quando o capitão da Força Delta, Kyle Mercer, desapareceu no Afeganistão, um vídeo divulgado pelos seus captores talibãs fez as manchetes internacionais. Mas as circunstâncias eram dúbias: Mercer desertou antes de ser capturado?
Depois, um segundo vídeo enviado aos comandantes de Mercer no Exército não deixa dúvidas: o assassino treinado e detentor de informações secretas do Exército desapareceu voluntariamente.
Quando Mercer é visto dois anos depois em Caracas, na Venezuela, os chefes militares encarregam Scott Brodie e Maggie Taylor, da Divisão de Investigação Criminal, de trazer Mercer de volta aos Estados Unidos, vivo ou morto.
Brodie sabe que tem em mãos uma missão árdua, dificultada pela inexperiência da sua nova parceira e pela sua suspeita de que Maggie Taylor esteja a trabalhar para a CIA.

Um thriller tenso e cheio de suspense que promete prender o leitor até à última página. O livro, de 536 páginas, estará à venda por 19,90 euros.

E a terminar as sugestões de livros, o 5º livro da Série Força Sigma, O Último Oráculo, de James Rollins, pela Bertrand Editora.

«Esta história, inteligente, intrigante e devidamente alicerçada em dados científicos, desenrola-se a um ritmo alucinante entre Washington, D.C., e os templos da Grécia antiga, passando pelos bairros pobres da Índia até às ruínas radioativas da Rússia na tentativa de resolver um mistério que remonta ao primeiro grande oráculo da História – o oráculo grego de Delfos.»

Em Washington, D.C., um sem-abrigo morre nos braços do comandante Gray Pierce, atingido pela bala de um assassino. Mas a sua morte deixa para trás um mistério ainda maior: uma relíquia antiga relacionada com o oráculo grego de Delfos. Enquanto perseguidores implacáveis procuram o artefacto roubado, Gray Pierce descobre que a moeda é a chave para desvendar uma conspiração que remonta à Guerra Fria e ameaça os próprios alicerces da Humanidade.
Desde os templos da Grécia Antiga aos mausoléus mais deslumbrantes, dos bairros pobres da Índia às ruínas radioativas da Rússia, dois homens têm de correr contra o tempo para resolver o mistério que remonta ao primeiro grande oráculo da História – o oráculo grego de Delfos.
Mas uma questão permanece: Será o passado suficiente para salvar o futuro?

O thriller O Último Oráculo, com tradução de Irene Guimarães, tem 496 páginas e está à venda por 18,80 euros.

E para terminar, para os fãs de música, 40 Anos A Dar no Duro dos Xutos & Pontapés, que celebra a longa carreira dos Xutos, com as 40 músicas mais marcantes da banda, alinhadas por ordem cronológica, num CD Duplo.

40 Anos A Dar No Duro abre com o single “Sémen”, do álbum 78/82, e atravessa todo o percurso dos Xutos & Pontapés, passando pelos incontornáveis temas “Contentores”; “Não sou o Único”; “A Minha Casinha” e “À Minha Maneira”; entre muitos outros, concluindo com o tema “Mar de Outono”, retirado do álbum Duro.

O best of dos Xutos & Pontapés está à venda por 13,99 euros e tem o selo da Universal.

E terminamos as sugestões com um tema dos Xutos, que nos faz pensar um pouco neste momento que vivemos.

Votos de um Bom dia do Pai, mesmo que seja vivido só em casa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.