Sugestões De Prendas De Natal: Livros Para Quem Não Dispensa Um Bom Livro

“Book, give it to somenone special” … Adaptamos o verso da música mais natalícia dos Wham para lhe dar a conhecer algumas das novidades e destaques de natal do mundo literário…e, para evitar lágrimas, desilusões e devoluções, guie-se pelas sugestões C&H.

Para apreciadores de ficção e fantasia:

Filhos de Sangue e Osso, de Tomi Adeyemi, entrou diretamente para o 1º lugar do Top do The New York Times. O livro, editado pela Editorial Planeta, abre a trilogia O Legado de Orisha e traz, até ao leitor, a história de Zélie, uma jovem disposta a lutar contra a opressão sofrida pelo seu povo.

Um romance épico com um mundo de fantasia rico em evocações históricas, magia, lutas de poder e amor. Uma aventura magnética baseada na cultura africana. A estória é sobre um mundo onde a magia já existiu e necessita ser ressuscitada, as personagens principais são mulheres de forte personalidade que vão mostrando ao leitor as diversas etnias, a religião com diversos deuses e um passado muito antigo.
O livro, de 480 páginas, custa 19,95 euros.

Também best-sellers no The New York Times, da saga Percy Jackson, chega o livro Os Heróis Gregos de Percy Jackson, da autoria de Rick Riordan, com chancela Editorial Planeta.

Percy Jackson aproxima-nos do fascinante mundo dos heróis e das heroínas da Antiga Grécia.
Quem cortou a cabeça da Medusa? Quem foi criado por um urso? Quem domou Pégaso? É necessário um semideus para o saber, e Percy Jackson pode dar informações sobre todos os feitos de Perseu, Atalanta, Belerofonte e os principais heróis gregos. 

O livro, de 432 páginas, custa 18,80 euros.

Para os amantes de policiais, thrillers, intriga e suspense:

Duas Verdades e Uma Mentira, da autoria de Riley Sager, com chancela Topseller.

Há quinze anos, Emma Davis estava num campo de férias com amigas. Era a sua primeira vez e estava a divertir-se. Até à noite em que três delas, Vivian, Natalie e Allison, desapareceram. Nessa noite, a última lembrança de Emma foi ver Vivian a fechar a porta da cabana onde as quatro dormiam e a pedir-lhe silêncio.
Agora, Emma é uma pintora conhecida. Desenha florestas tenebrosas, com folhas e galhos entrelaçados a criarem efeitos espantosos. O que os compradores dos seus quadros não sabem é que, por detrás das suas composições, Emma desenha sempre formas espetrais de meninas vestidas de branco, que depois cobre de tinta.
Quando recebe um convite para ser orientadora de arte no mesmo campo, que vai reabrir tanto tempo depois, Emma aceita. Ao chegar, no entanto, tudo parece estranho.
Há uma câmara apontada à sua cabana. Ninguém ali parece confiar nela. 
Quando começa a encontrar pistas deixadas por Vivian, Emma apercebe-se de que algumas mentiras não podem ficar enterradas.

O livro, de 400 páginas, custa 19,90 euros.

Perto de Casa, a estreia literária de Cara Hunter, com chancela Porto Editora, traz-nos a história de Daisy: «Alguém levou Daisy. Alguém que todos conhecem.»

Como pode uma criança desaparecer sem deixar rasto?
A noite passada, Daisy Mason de oito anos, desapareceu enquanto decorria uma festa de família. Ninguém viu, ouviu ou percebeu o que quer que fosse, ou pelo menos, é o que todos dizem.
O Inspetor Adam Fowley está a tentar manter o espírito aberto, mas ele sabe que nove em dez vezes, o responsável é alguém que a vítima conhece muito bem.
Alguém está a mentir. E o tempo está a esgotar-se.

O thriller, de 320 páginas, custa 17,70 euros.

A Imperatriz Romanov, da autoria de C.W. Gortner, com chancela Topseller, «Uma narrativa com assassínios, desilusões, mentiras e traições em quantidades dignas de uma obra de Shakespeare.» Kirkus Reviews.

Um belíssimo romance, com vislumbres da história da Europa desde o final do século XIX até meados do século XX. Acompanhando a vida de Maria Feodorovna, a mãe do último czar da Rússia, viajamos dos opulentos palácios de São Petersburgo aos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial. Desde a corte da Rainha Vitória até à ruralidade russa dominada pelos Bolcheviques.
Depois de Alix, a sua querida irmã mais velha, ter desposado um dos príncipes de Inglaterra, Minnie percebe que terá destino semelhante. Apesar da sua relutância, casa-se com Alexandre, o herdeiro do trono dos Romanov, ascendendo a imperatriz.
Com a morte do seu marido, o filho Nicolau torna-se czar da Rússia, e, com esse poder, chegam os conflitos. A mulher de Nicolau, fortemente influenciada por Rasputine, é apenas uma das ameaças que Minnie, agora Maria Feodorovna, tem de enfrentar para proteger o seu filho e o seu império.
Quando ecos da revolução começam a chegar ao palácio, a Imperatriz Romanov prepara-se para enfrentar o seu maior desafio.

O romance, de 480 páginas, custa 21,98 euros.

Da autora bestseller de A Filha da minha melhor amiga – Dorothy Koomson, chega-nos uma intrigante história sobre irmãs, segredos e crime, A Sereia de Brighton, editado pela Porto Editora.

Praia de Brighton, 1993
As adolescentes Nell e Jude descobrem o corpo de uma jovem na praia e, quando ninguém o reclama, a vítima passa a ser conhecida como A Sereia de Brighton. Três semanas mais tarde, Jude desaparece e Nell, ainda chocada com os acontecimentos na praia, fica completamente desamparada.
Passados 25 anos, Nell vive atormentada pelo passado, abandonando o emprego para descobrir a verdadeira identidade da jovem assassinada – e o que aconteceu à amiga naquele verão inesquecível.
Quanto mais perto fica da verdade, maior é o perigo. Alguém parece estar a seguir cada passo de Nell, que já não sabe em quem confiar.

O livro, de 512 páginas, custa 17,70 euros.

Lançado em outubro deste ano, O Presidente Desapareceu, da autoria de Bill Clinton e James Patterson, com chancela Porto Editora.

O Presidente dos EUA desapareceu.
O mundo está em choque!
Mas a razão do seu desaparecimento é ainda pior do que seria de supor.
Com pormenores que só um Presidente como Bill Clinton pode conhecer e o suspense que apenas um autor como James Patterson seria capaz de criar, O Presidente desapareceu é o thriller mais empolgante e surpreendente dos últimos anos.

O livro, de 464 páginas, custa 17,70 euros.

Do “mestre da intriga, do suspense e da paixão”, Sidney SheldonA Herdeira, lançado em setembro, pelas Edições Asa.

Quem é Kate Blackwell?
Kate é um símbolo de sucesso. Uma das mulheres mais ricas e poderosas do mundo. Rebelde herdeira de uma fortuna colossal, vive rodeada de mistérios e perguntas sem resposta. O seu próprio nascimento foi fruto de um ato de vingança. Inspira ódios e paixões. Kate Blackwell é um enigma.
Nas extravagantes celebrações do seu aniversário, entre as felicitações da Casa Branca e o brinde de um juiz do Supremo Tribunal, Kate reflete sobre a sua vida. 
Foram as suas opções a ditar o futuro da família. A amargura do seu filho Tony, com talento para ser um grande pintor, derrotado pela impossibilidade de o ser. A luta entre o Bem e o Mal espelhada nas suas netas, as gémeas Eve e Alexandra. 
Foi ela mesma a escolher os seus fantasmas. São fantasmas de amigos ausentes, de inimigos, de paixões, de abandonos… Despojos de um império construído por uma ambição desmedida e cujos ecos se sentirão por gerações. 

O livro, de 576 páginas, custa 19,50 euros.

Com chancela Marcador, o policial Missão em Cuba, de Nelson DeMille.

O veterano Daniel Mac MacCormick prepara-se para embarcar no cruzeiro mais perigoso da sua vida… 
Mac está sentado no famoso Green Parrot Bar, em Key West, a contemplar a vida e à espera de Carlos, um advogado de Miami envolvido com grupos anti-Castro. 
Carlos quer contratar Mac e o seu barco Maine para um torneio de pesca de dez dias em Cuba, mas Mac suspeita que há mais nessa oferta. Descobre então que há sessenta milhões de dólares americanos escondidos em Cuba desde a revolução castrista. e com a melhoria das relações entre Havana e Washington, é apenas uma questão de tempo até alguém encontrar o dinheiro – por acidente ou de propósito. 
Com a ajuda dos clientes de Carlos, Sara Ortega e Eduardo Velasquez, e do imediato do Maine, Jack Colby, Mac sabe que se aceitar aquele trabalho sairá de lá rico… ou perderá a vida.

O livro, de 400 páginas, custa 19,90 euros.

O Castigo dos Ignorantes, Série Sebastian Bergman – volume 5, de Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt, com tradução de Elin Baginha, editado pela Suma de Letras.

A estrela de um reality show é encontrada morta numa escola, com um disparo na cabeça. Amarrado a uma cadeira de sala de aula, posicionado de frente para um canto, com orelhas-de-burro. Um exame longo, de várias páginas, pregado na parte de trás da cadeira. A julgar pelo número de respostas erradas, a vítima falhou no teste mais importante da sua vida.

Esta morte será o primeiro de uma série de assassinatos contra várias personalidades dos media e o Departamento de Investigação Criminal é chamado. Lutam para encontrar provas e finalmente Sebastian Bergman descobre pistas em chats e cartas anónimas publicadas em jornais. O autor das cartas opõe-se à falta de educação entre os modelos da nova geração e fala muito sobre os assassinatos. Sebastian desafia-o e fica claro que o seu oponente sem rosto tem informações sobre os assassinatos a que ninguém além da polícia —e do assassino —tem acesso.
Neste novo caso Sebastian Bergman e sua equipa enfrentam um serial killer complexo e tortuoso, que ameaça a própria existência da equipa.

O livro, de 512 páginas, custa 21,90 euros.

Aos eternos apaixonados e às que se rendem a inesquecíveis histórias de amor:

Um Dia em Dezembro, de Josie Silver, editado pela Planeta, traz-nos uma história de amor inesquecível.

Laurie não acredita no amor à primeira vista. Mas e se o destino tivesse outros planos? Uma história de amor inesquecível Laurie tem certeza que o amor à primeira vista não existe em lado nenhum a não ser nos filmes. Mas um dia, através da janela de um autocarro, num dia de Dezembro, vê um homem que lhe faz bater o coração mais depressa. Os seus olhos encontram-se, há um momento de pura magia… e o autocarro afasta-se. Um Dia em Dezembro é uma grande história de amor, comovente e com a mensagem que o destino toma caminhos inexplicáveis no respeitante ao amor e felicidade.

O romance, de 384 páginas, custa 17,76 euros.

Nas Brumas da Noite, de Sandra Byrd, editado pela Topseller, “um romance gótico e cativante, que faz lembrar os melhores livros das irmãs Brontë”.

Em 1858, a jovem Rebecca Ravenshaw, filha de missionários, volta a Inglaterra após a morte dos pais, na Índia. Ao regressar, descobre que a sua identidade é questionada por todos, uma vez que uma impostora, que entretanto morreu, se fez passar por ela, assumindo o seu nome e ficando com a propriedade e o dinheiro da família.

Rebecca vê-se então obrigada a provar quem é para herdar o que lhe é devido, pois os seus bens estão agora na posse do Capitão Whitfield, um parente distante. Mas, sem o esperar e contra a sua vontade, Rebecca acaba por se apaixonar…

Estará o Capitão Whitfield igualmente apaixonado por Rebecca, tal como aparenta, ou apenas interessado na herança? 

E correrá Rebecca o risco de o seu destino ser o mesmo da pessoa que se fez passar por ela?

O livro, de 352 páginas, custa 17,79 euros.

Jojo Moyes dá vida, uma vez mais, a Lou Clark – a personagem de Viver depois de ti e Viver sem ti -, no romance O Meu Coração Entre Dois Mundos, uma história que nos fala de lealdade, escolhas e, sobretudo, esperança.

Quando Lou Clark chega a Nova Iorque está convencida de que vai conseguir recomeçar uma nova vida e sente-se confiante para enfrentar todos os desafios, apesar dos milhares de quilómetros que a separam de Sam. Lou está determinada a aproveitar o mais possível a situação em que se encontra – vive e trabalha em Manhattan para uma família super-rica e vê-se inserida na alta sociedade nova-iorquina. E é assim que conhece Joshua Ryan, um homem que lhe traz recordações do passado. Em breve, Lou ver-se-á perturbada por aquele encontro, o que a leva a questionar-se sobre quem é a verdadeira Lou Clark e como poderá reconciliar as duas partes de um coração separado por um oceano.

O romance, de 472 páginas, custa 17,70 euros.

Para apreciadores de histórias de amor épicas Cartas a um Amor Perdido de Iona Grey, com chancela TopSeller.

1943, nas ruínas de uma Londres arrasada pelo Blitz. Stella é casada. Dan é um soldado americano prestes a partir para a guerra. Quando um encontro acidental os junta, os dois apaixonam-se de forma inesperada. Mas o amor deles é tão intenso quanto impossível. Obrigados a uma separação dolorosa, Stella e Dan começam a trocar cartas todos os dias, sendo esta a única forma de se manterem juntos.

Setenta anos depois.
Dan ainda não desistiu de voltar a encontrar a sua amada. Apesar da idade, vai tentar uma última vez. A carta que envia, para a única morada que conhece, é recebida por Jess. Embora assoberbada com os seus problemas, ao ler a história comovente da carta, Jess ganha uma nova determinação. É impossível ignorar um amor tão bonito, que ardeu tão forte, e que a vida separou.
Imediatamente, ela decide que vai ajudar Dan a encontrar Stella. Tem de dar um novo rumo àquela história de amor…

O livro, editado em outubro deste ano, tem 400 páginas e custa 18,79 euros.

Aos grandes romances, que nunca são demais:

Baseado em acontecimentos verídicos, José Rodrigues dos Santos lançou A Amante do Governador, com chancela Gradiva.

Depois de atacarem Pearl Harbor e invadirem Hong Kong, os japoneses cercam Macau. Com o inimigo às portas, o novo governador, Artur Teixeira, tem de enfrentar a maior ameaça ao império português durante a Segunda Guerra Mundial. Diante dele está o coronel Sawa, o violento chefe do Kempeitai, que ameaça invadir a colónia portuguesa na China. Para salvar Macau, o governador conta apenas com o seu engenho – e a ajuda de um punhado de homens e mulheres, incluindo a própria concubina do coronel Sawa, a chinesa Lian hua. Tudo se complica, no entanto, quando se apaixona por ela.

Amor e guerra no choque de impérios

A Macau dos juncos e das sampanas, dos casinos e do ópio, do Leal Senado e da Praia Grande, do Fat Siu Lao, do Grémio Militar e do Clube de Macau, do Porto Interior e da Porta do Cerco, dos riquexós, dos contrabandistas chineses e das dançarinas russas, do mahjong e da corrupção, do patois, das canções de Art Carneiro e dos jogos de hóquei na Caixa Escolar. E dos refugiados, dos bombardeamentos e da fome.

O livro, de 720 páginas, custa 22,80 euros.

Vencedor do Prémio Literário Revelação Agustina Bessa-Luís, em 2017, O Invisível, de Rui Lage, editado pela Gradiva, “um romance com notável fulgor imaginativo”, de acordo com o júri do prémio.

Portugal, 1931. Fenómenos inexplicáveis semeiam o terror entre os habitantes de Cova do Sapo, um lugar isolado nas fragarias da serra do Alvão. Todas as noites, a aldeia é atormentada por entidades misteriosas e acorda com sepulturas violadas no cemitério. a exaustão abate-se sobre a pobre gente do povoado, incapaz de pregar olho. 

Ora, se existe alguém capaz de solucionar o mistério e acudir aos habitantes de Cova do Sapo, esse alguém é certamente Fernando Pessoa, poeta de Orpheu, médium, perscrutador da quarta dimensão, necromante e perito em assuntos astrais. 

Neste engenhoso romance, a meio caminho entre o policial e o fantástico, Pessoa revela-se um detective com talentos muito particulares. o poeta, que detesta viajar e ausentar-se do ambiente de Lisboa, mergulha no mundo arcaico de uma aldeia serrana do Norte de Portugal, assediada por influências e presenças sinistras. 

Rui Lage revela-nos neste romance um novo e fascinante Fernando Pessoa, entre o poético e o rocambolesco, o desassossego cósmico e o encantamento telúrico, a comoção com o visível e a pesquisa do invisível.

O livro, de 288 páginas, custa 17,00 euros.

Ainda com chancela Gradiva, o romance Um Passado Imprevisível, de Ernesto Rodrigues. Uma obra ímpar do poeta, ficcionista, crítico, ensaísta e tradutor de húngaro, professor na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e presidente de direção da Academia de Letras de Trás-os-Montes.

Regressado a Budapeste e ao convívio com um velho professor universitário, vê-se o herói em busca do passado – imprevisível. O que sabemos da vida que julgamos ter vivido, se nem sempre assistimos às consequências dos nossos actos? Conhecemos quem está ao nosso lado? Não será cada passo condicionado por outrem?

Sujeito renascendo entre dois mundos – Hungria e Moçambique –, cujas feridas saram em encontros felizes, são também os perigos de hoje (violência, arbítrio, tráfico de crianças…) crua e subtilmente desvelados, nesta terra de verdade que é a ficção.

Memória de tempos, personagens e lugares sobre o Danúbio do antigo leitor de Português na Universidade de Budapeste (1981-1986) – quando aí vicejava um doce «sono comunista» procurando diluir os acontecimentos trágicos de 1956 – e visitante de Maputo, edita-se Um Passado Imprevisível.

O livro, de 157 páginas, custa 14,50 euros.

 

A Confraria dos Espectros, de João Carlos Alvim, editado pela A Esfera dos livros.

Qual a influência da Confraria dos Espectros no reordenamento político da Europa? Que intrigas se produziram, nesses anos do século XIX, entre os gabinetes dourados da realeza e da diplomacia, as alcovas e os salões das grandes figuras da época e a escória das ruas e do crime? A Confraria dos Espectros é uma história romântica e dramática, cheia de melancolia e de acção, sobre a imparável ascensão da Europa liberal e as ilusões dos que tentaram opor-se-lhe.

O livro, de 408 páginas, custa 21,20 euros.

De Francisco Moita Flores, O Mistério do Caso de Campolide, numa edição Casa das Letras – LEYA.

1937 – O Estado Novo chegou ao seu apogeu. No ano seguinte haverá eleições, e na casa do industrial Álvaro Penaguião celebra-se o convite para integrar as listas da União Nacional: um jantar no seu palacete em Campolide com um grupo de amigos, destacadas figuras do Regime. A dada altura, o anfitrião sente-se indisposto e, instantes depois, está morto. Um dos presentes é médico e informa que o industrial foi fulminado por um enfarte. Mas na residência de Álvaro Penaguião houve quem achasse estranha aquela morte súbita, tendo chamado discretamente a PIC, a Polícia de Investigação Criminal. O Agente Simão Rosmaninho olha o cadáver e não tem dúvidas de que está perante um homicídio. O Coronel Carolino, um dos directores da Polícia Política é um dos convivas e proíbe-o de fazer qualquer diligência que ponha em causa o veredicto clínico. No dia seguinte, Simão percebe que o seu Chefe já está industriado para obedecer aos desígnios da Polícia de Vigilância e Defesa do Estado. Entalado entre ordens superiores e a convicção de que está perante um homicídio, o jovem detective começa a investigar. Os primeiros resultados do Laboratório de Polícia Científica confirmam as suas suspeitas. E tudo se complica ainda mais quando, na mesma residência, passados alguns dias, ocorre um segundo homicídio. O Mistério do Caso de Campolide torna-se numa luta de poderes, e só os conhecimentos do colega de Simão, o Arengas, lhe permitem resolver os dois crimes.

O policial promete cativar o leitor ao longo de 288 páginas, pelo enredo e pelo estilo cativante e fluído a que Moita Flores já nos habituou nos seus argumentos. Está à venda por 18,90 euros.

Aos que gostam de divertidas histórias de amor, com uma boa dose de gargalhadas, sugerimos Então, Boa Noite de Mário Zambujal, com chancela Clube do Autor.

“Gostei de muitas mulheres mas de nenhuma o suficiente para ser a última.”
Fiel ao registo a que já habituou os seus leitores, Mário Zambujal regressa às livrarias nacionais com mais um romance pleno de humor e peripécias, aventuras protagonizadas por um sedutor que só consegue estar acordado durante a noite. Além dos inconvenientes de tal desordem, a vida deste rapaz vê-se ainda mais complicada quando inesperadamente recebe uma herança especial.
Então, Boa Noite relata as aventuras de Afonso Júlio, quase sempre fora de horas, na tentativa de cumprir o último desejo do seu padrinho: encontrar uma mulher, de quem só sabe o nome, e casar-se com ela. Nada impossível, pensarão alguns, mas Afonso Júlio vive com uma mulher e, como se isso fosse pouco, está enamorado por outra mulher. O que lhe vale é o destino.
“Cumpre-me respeitar a sua vontade (…) Pena que não me tivesse fornecido um único contacto para chegar à fala com essa menina. (…) Penosa investigação me espera mas sossegue, padrinho Josué, hei-de enfiar uma aliança no dedinho da Renata Jacinta. Embora pensando noutra.”

O livro, de 152 páginas, custa 14,50 euros.

Voltamos com mais sugestões de presentes de natal, em linhas e laços, brevemente!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.