Sugestão de Leitura: “Um Mundo Sem Fim” de Ken Follet

Um Mundo_Sem_Fim_vol_I

Um Mundo Sem Fim, obra de Ken Follet, é o retrato fiel do quotidiano medieval e que tem como elemento central a catedral de Kingsbrigde tal como acontece em Os Pilares da Terra, do mesmo autor, cuja história desenvolve-se dois séculos antes.

A trama desenrola-se em Inglaterra, em torno do priorato de Kingsbridge e das relações entre o clero, nobreza e o povo, numa época em que se anuncia um conflito com França e que ficaria conhecida pela Guerra dos Cem Anos.
A nobreza começa a sentir as primeiras fragilidades do mundo feudal, face a uma burguesia que quer mais força e a um clero que se move de acordo com as suas conveniências.

Um_Mundo_Sem_Fim_Vol_II

Um retrato da época descrita pelo autor onde não faltam intrigas, chantagem, mentiras, ambição, segredos e morte, mas onde também tem lugar o romance, a paixão e o génio.

O génio do aprendiz de carpinteiro Merthin que se atreve a desafiar o seu grémio, a ambição do frei Godwin que não olha a meios para atingir os seus fins, a arrogância do cavaleiro Ralph que é capaz de trair a família por uma posição melhor, o desejo de independência de Caris que não quer pertencer a um homem, a paixão de Gwenda que tudo faz para o conquistar, o segredo do frei Thomas cativam o leitor e guiam-no numa história que apesar de ser passada no século XIV, podia muito bem acontecer nos nossos dias.

Editado em dois volumes, numa edição da Editorial Presença.

Por Antónia Barroso

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.