O Sol Da Caparica Anunciou Os Primeiros Nomes Do Cartaz

Carlos do Carmo, Matias Damásio, Regula, Criolo, Manel Cruz e Sam Alone são os primeiro nomes a conquistar o lugar no cartaz do festival O Sol Da Caparica, que vai ter lugar entre 10 e 13 de agosto.

A língua portuguesa e o talento de artistas portugueses, brasileiros e dos Palop continuam a servir de guia a este festival, que vai ter três palcos, e que se estende aos desportos radicais e à cultura urbana.

Com mais de 50 anos de carreira, Carlos do Carmo chega agora ao Sol da Caparica. A sua voz cantou as palavras de alguns dos maiores poetas nacionais, como José Carlos Ary dos Santos. Fados como “Por Morrer Uma Andorinha”, “Fado Lisboa” ou “Um Homem na Cidade”, imortalizados por Carlos do Carmo, são hoje vistos como clássicos. Hoje continua a espalhar classe pelos palcos por onde passa, pelos quatro cantos do mundo, e é um dos artistas mais acarinhados pelo público nacional.

Manel Cruz deu-se a conhecer à frente dos Ornatos Violeta, um fenómeno que chegou à música portuguesa nos anos 90. Mais recentemente, trouxe projetos como Pluto, Supernada ou Foge Foge Bandido.

Criolo é um dos representantes do hip hop brasileiro. Apesar de partir do rap e do hip hop, Criolo tem integrado o samba e as raízes brasileiras no seu som, criando híbridos como “Fermento Pra Massa”, que parecem funcionar tanto nas ruas de São Paulo como nas pistas de dança do resto do planeta.

Regula situa-se na primeira linha do rap nacional. Ao Sol da Caparica, vem apresentar Ouro Sobre Azul, o novo álbum de Regula, anunciado para a primeira metade deste ano. “Tarzan” e “Genuíno” são os primeiros temas já conhecidos.

Com Sam Alone a música passa a rock em estado puro. Tougher Than Leather é o seu mais recente trabalho. Uma coleção de canções apoiadas na sua working class rifle, uma velha guitarra “áspera”, como ele próprio a descreve.

Matias Damásio é um dos grandes nomes da música moderna Angolana. Vindo de Benguela para Luanda, Matias Damásio estreou-se em 2005 com o álbum Vitória. O cantor angolano editou entretanto álbuns como Amor e Festa na Lixeira, Por Angola e Por Amor. Cada um dos trabalhos alcançaram sucesso, não apenas em Angola, mas também em países como Moçambique, Brasil e, claro, Portugal. O seu o tema “Loucos” tornou-o um dos maiores fenómenos populares de tempos recentes.

O fã-pack FNAC para os quatro dias já está à venda e custa 36 euros e inclui ainda 50 vouchers para aulas de surf, paddle, windsurf, kitesurf e longboard, e uma visita exclusiva ao recinto do festival no dia 9 de agosto.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.