O Sol Da Caparica 2017 Reúne Mariza, Carlos Do Carmo, António Zambujo E Xutos & Pontapé

Mariza, Xutos & Pontapés, António Zambujo e Carlão, são alguns dos nomes de peso da música lusófona que se juntam aos já anunciados Carlos do Carmo, Matias Damásio, Regula e Criolo na edição de 2017 do festival O Sol da Caparica, que decorre na Costa, de 10 a 13 de agosto.

A organização do festival anunciou esta semana 15 novos nomes, perfazendo até agora um total de 21 artistas, oriundos de países diferentes, com a língua portuguesa como denominador comum.

Entre os nomes anunciados de referir ainda os Best Youth, Bispo, Bonga, Dealema, Djodje, HMB, Mafalda Veiga, para além dos já anunciados Sam Malone e Manuel Cruz, Rita Guerra, Capicua e a dupla Palavra Cantada.

De destacar que Capicua traz a Mão Verde com Pedro Geraldes, Francisca Cortesão (Minta & The Brook Trout), no baixo e voz, e ainda António Serginho, nas percussões e teclado, no dia 13 de agosto ao festival.

Este é o dia dedicado às famílias e aos mais pequenos, que recebe também Rita Guerra que vai cantar as canções da Disney e ainda a dupla brasileira Sandra Peres e Paulo Tati – Palavra Cantada, que prometem muita animação para além dos já habituais insufláveis, concursos, desafios e animação.

No total, e durante quatro dias, a organização espera receber 45 artistas, 500 músicos, de cinco países lusófonos, que vão trazer os ritmos do Fado, do rock, do hip hop, da música popular, da electrónica, do soul, da música para crianças, às musicas africanas como o semba, o funaná, a coladeira e as mornas, para além da dança, ao longo de 60 espetáculos distribuídos por quatro palcos.

Na 4ª edição, a Lusofonia continua a ser o mote, e o elemento comum da Música, da Dança, da Poesia e da Arte Urbana que aqui se apresentam, para além do surf e do skateboard.

A MONSTRA e a MONSTRINHA voltam a marcar presença nesta edição, através da parceria criada entre o festival de música e o festival de cinema de animação de Lisboa, e conta ainda com a participação do brasileiro DJ Suave, que irá fazer vídeos ambulantes pelo concelho de Almada,

Neste festival, que é um Festival não comercial e de forte cariz público, uma das novidades é a criação de um passe para famílias – para 2 pais e 2 filhos até aos 18 anos por 115 euros, válido para os 4 dias evento. Os passes individuais mantém o preço de 35 euros, os bilhetes diários custam 15 euros, e no dia da criança os bilhetes mantêm-se nos 2 euros. Os munícipes recenseados no Concelho de Almada pagam 13 euros, e as crianças até aos seis anos de idade têm entrada gratuita.

O fã-pack FNAC para os quatro dias custa 36 euros e inclui ainda 50 vouchers para aulas de surf, paddle, windsurf, kitesurf e longboard, e uma visita exclusiva ao recinto do festival no dia 9 de agosto.

O Sol da Caparica decorre de 10 a 13 de agosto no Parque Urbano da Costa da Caparica, e tem já confirmadas as presenças de Carlos do Carmo, Mariza, Xutos & Pontapés, António Zambujo, Carlão, Matias Damásio, Regula, Criolo, Best Youth, Bispo, Bonga, Dealema, Djodje, HMB, Mafalda Veiga, Sam Malone, Manuel Cruz, Rita Guerra, Capicua e a dupla Palavra Cantada.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.