Rota Do Românico Convida A Ver Do Bago

A Rota do Românico Convida a «uma inesquecível viagem em três etapas em que o território é a ideia e a cultura o instrumento» com uma trindade de eventos que celebram «a relação material e simbólica entre a vinha e a paisagem cultural e humana dos vales do Sousa, Douro e Tâmega».

Assim, o ciclo de exposições Ver do Bago, apresenta-se no Mosteiro de Santo André de Ancede, em Baião, a partir do dia 13 de maio até ao dia 12 de setembro de 2021, sob o tema “Ver do Bago nos Mosteiros”. Seguem-se, a partir de setembro de 2021, “Ver do Bago nos Santos”, na Igreja de Santo António dos Capuchos, em Penafiel e, a partir de fevereiro de 2022, “Ver do Bago no Sangue”, no Centro de Interpretação do Românico, em Lousada.

A primeira exposição deste ciclo convida o público a «celebrar um verdadeiro brinde entre Deus e os Homens em torno do diálogo entre escultura, pintura e arqueologia, propondo a todos um roteiro interpretativo que evidencia a importância que a cultura da vinha e o consumo do vinho tiveram em todos os momentos da vida destas gentes.»

Através do mergulho em quatro espaços expositivos totalmente distintos (o Rio; o Mosteiro; a Adega; e o Lagar), descobriremos peças preciosas, como o tesouro nacional que é o tríptico de São Bartolomeu, só exposto há quase um século (Exposição do Mundo Português, anos 40 do século XX), e experimentaremos duas verdadeiras experiências imersivas.

Ver do Bago nos Mosteiros poderá ser visitada de quarta a domingo, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00, com entrada gratuita.

A Rota do Românico reúne atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende), no Norte de Portugal.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.