Os Amores De Romeu E Julieta Revividos Na Capital Do Romantismo

Reportagem de Elsa Furtado (Texto e Fotos)

Os amores e desamores de Romeu e Julieta enchem o Parque da Liberdade, em Sintra, à noite, até 15 de outubro, em mais uma produção da bYfurcação – Associação Cultural.

Depois de em 2012 a companhia ter apresentado esta peça nos misteriosos Jardins da Quinta da Regaleira, e em ano que se celebram 450 anos do nascimento de William Shakespeare, Romeu e Julieta, regressam agora à Capital do Romantismo, mas desta vez ao Parque da Liberdade e com uma nova versão.

Eis a história de amor mais amada. Uma história de solidão a dois. De tudo ou
nada.
Num espaço dominado pela beleza natural em sintonia com os monumentos
criados pela arte humana, não existem Capuletos nem Montéquios, apenas
corpos que vão compondo as personagens da história que a lenda diz ter sido em
Verona. Dois seres apenas têm a sua personalidade vincada: Romeu e Julieta. O
universo parece girar em redor de ambos, mas impõe-lhes um destino que os
separa. Juntos em segredo, os corações querem ir além desta vida [para serem
eternos].
Um coro segue os acontecimentos e anuncia o que os ventos já sabem, e a acção
decorre num tempo inexistente, onde passado e futuro se cruzam
continuamente.

Nesta encenação de Paulo Cintrão, o espectador acompanha durante cerca de duas horas as aventuras e desventuras do par de apaixonados mais famoso da Literatura Universal. Numa viagem até à Verona do século XVI, em que as famílias Capuleto e o Montéquio, dominavam a sociedade, assistimos ao longe ao desenrolar dos acontecimentos, sempre à espera de ver um final diferente daquele que conhecemos.

Com o romântico e belo cenário natural de Sintra e do Parque da Liberdade a envolver-nos, a peça conta com encenação de Paulo Cintrão, e interpretações de Carla Vasconcelos, Flávio Tomé, Gonçalo Romão, Isabel Guerreiro, João Parreira, Maria Curado Ribeiro, Nuno Rafael Serra, Nuno Távora, Tiago Peralta e Zé Pedro Ramos, esta versão apresenta algumas nuances das versões habituais.

Uma delas, prende-se com a personagem de Julieta (não vamos revelar o quê – vamos deixar para o espectador descobrir), a outra, prende-se com a interpretação da personagem da mãe de Julieta por um ator (tal como nos tempos de Shakespeare).

Romeu e Julieta pode ser vista às quintas, sextas e sábados, às 21h30, e os bilhetes estão à venda online, no local no dia do espetáculo, e locais habituais, e custam 15 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.