Rock Espanhol Dos Vetusta Morla Em Lisboa E Porto

O concerto dos Vetusta Morla agendado hoje, para o Hard Club do Porto já se encontra esgotado. Ainda há bilhetes para Lisboa, este sábado, no Coliseu dos Recreios.

A banda espanhola vem a Portugal apresentar o novo disco, Mismo Sítio, Distinto Lugar. Oriundos de Tres Cantos, a norte de Madrid, os Vetusta Morla são Pucho (voz), David “El Indio” (bateria), Álvaro B. Baglietto (baixo), Jorge González (percussão), Guillermo Galván (guitarra e teclados) e Juanma Latorre (guitarra e teclados). Juntaram-se no final dos anos 90, mas só editaram o primeiro disco em 2008. Un Día En El Mundo – que saíu em edição de autor – foi Disco de Platina por vendas superiores a 40 mil exemplares, conquistando não só o público mas também a crítica especializada. Em 2011 lançaram Mapas. Foi Disco de Ouro e valeu-lhes o prémio da Rolling Stone para melhor digressão em 2012, ano em que deram mais de 100 concertos.

Em 2014 saiu La Deriva que entrou diretamente para o primeiro lugar dos discos mais vendidos e tem contado com lotações esgotadas nas apresentações ao vivo em Espanha mas também no México, Argentina e Colômbia.

Foi com La Deriva que os Vetusta Morla se estrearam em Portugal, em 2015, esgotando a Casa da Música no Porto. Em 2016, a banda regressou para atuar no palco principal do NOS Alive.

Depois de uma intensa digressão, que os levou ainda à América do Sul, Inglaterra, Alemanha, França e a Portugal, a banda editou o disco duplo ao vivo 15151, gravado no Barclaycard Center em Madrid. Em Abril de 2016 foi editado o primeiro livro dos Vetusta Morla: Memoria Instantánea.

Dia 10 de novembro de 2017 saiu o quarto álbum de originais, Mismo Sitio, Distinto Lugar, que em apenas 47 dias vendeu, em Espanha, mais de 20 mil exemplares, valendo-lhes o primeiro lugar no top de discos mais vendidos.

Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais e custam 20 euros. Os concertos têm hora de início prevista às 22h00.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.