Restaurante Duplex Reabriu Com Novas Propostas

Reportagem de Tânia Fernandes

Duplex - Restaurante

Começar a noite onde ela irá certamente terminar é uma apenas uma das várias razões que encontramos para marcar mesa no Duplex. Renovado e recentemente reaberto é um dos restaurantes do Cais do Sodré, ideais quando se quer fazer uma refeição especial em boa companhia.

Decoração moderna e pouca luz ajudam a criar um ambiente acolhedor. O Duplex, tal como o nome indica, é composto por dois pisos. Ao nível da rua há o bar, onde é possível tomar uma bebida de aperitivo ou mesmo petiscar. Subindo as escadas, no primeiro piso, encontramos um ambiente mais intimista. É onde fica o restaurante de fine dining. Uma parede de espelhos amplia o espaço, dividido por pequenas mesas quadradas. As janelas da rua permitem admirar as características das fachadas da Rua Nova do Carvalho. O teto é uma espécie de jardim suspenso com várias unidades de plantas.

Alberto Oliveira é o Chefe que assina a nova carta, com propostas que pretendem ser um reflexo de todas as culturas gastronómicas do mundo.

Visitámos o Duplex nas comemorações do seu segundo aniversário e tivemos acesso a um menu fechado com várias propostas. A destacar, a simpatia e eficiência do serviço, que permitiu uma refeição sem demoras, apesar da grande afluência ao espaço. Começamos pelos grissinis com queijo creme. Os pequenos bastões torrados e secos de pão, característicos da gastronomia italiana aqui, em versão extra-fina, assemelham-se a ramos que retiramos de um vaso e vêm carregados de um forte e delicioso sabor a queijo.

De entrada escolhemos Creme de Castanhas com Foie-Gras (4,90 euros). O doce das castanhas é cortado pelo sabor forte do foie-gras. A sopa é servida na mesa e é um prato guloso e bastante aconchegante. Tínhamos, em alternativa, Gratin de Legumes de inverno com presunto (8,50 euros).

De prato principal, porque o inverno pede, provámos o Risotto de Javali com Cogumelos e Queijo da Ilha (15 euros). Forte, com sabor, cogumelos generosos sobre o risotto e bons pedaços de carne por baixo. Em alternativa, era sugerido um prato de peixe: o Bacalhau com puré de batata vitelotte e creme de coentros (16 euros) ou o vegetariano Ramen com Vegetais e Tofu (14 euros).

A parede do bar tem uma obra de Bordallo II, que merece atenção. Com recurso a peças recolhidas do lixo, o artista fez uma interessante recriação do Cais do Sodré.

A fechar, a sobremesa anunciada é o Duplex de Chocolate (6,50 euros). Um combinado de mousse chocolate, petezetas douradas, avelãs e outros frutos secos, servidos em frasco de vidro. Doce, demasiado doce, arrisco a dizer.

A vantagem de jantar no Cais do Sodré é que a animação estende-se pela noite, no piso de baixo, nas portas adjacentes ou mesmo no meio da rua. O que já não vale a pena é pensar que jantar no Cais do Sodré é sinónimo de ir à tasca ou ao restaurante típico português. Esta é uma boa opção para início de folia!

O Duplex fica localizado na Rua Nova do Carvalho, nº58. Abre de segunda a quinta-feira, das 19h00 às 24h00 e às sextas-feiras e sábados até às 01h00.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.