Reggae a Chegar na Segunda Noite do Sumol Summer Fest

Richie CampbellO reggae regressou ao Sumol Summer Fest na segunda noite com Quem é o Bob? banda de tributo a Bob Marley a abrir e o português Richie Campbell a encerrar. Pelo meio, atuaram os rappers Slum Village, seguidos dos australianos The Cat Empire e dos Rudimental. Dois dias de boa música neste festival a dois passos da praia e numa das mais bonitas vilas do pais.

Sem filas, reclamações ou atropelos, o bom ambiente reinou, mais uma vez, no Sumol Summer Fest. Muito peace and love com o regresso da sonoridade reggae ao palco principal. Quem é o Bob? O Bob é o Marley, e a banda que assina com uma pergunta traz a bandeira da Jamaica e os temas de tributo ao rei. Fecharam com “One Love” e uniram o público num gigante coro.

T3 e Young RJ são a composição atual dos Slum Village, a banda de hip hop de Detroit que já foi um trio, quando iniciou carreira no início dos anos 90. Yes é o mais recente trabalho dos Slum Village, cujos temas trouxeram à Ericeira.

This slideshow requires JavaScript.

O rap cedeu o lugar à orquestra australiana The Cat Empire. Os australianos regressaram este ano a Portugal, depois de uma grande atuação, na edição anterior do Festival Super Bock Super Rock. No canal do facebook da banda deixaram o recado de que regressam a Portugal em outubro, o que nos parece uma boa notícia, apesar de não haver ainda uma confirmação oficial. Excelentes músicos, com uma grande presença em palco, fizeram mais uma atuação extraordinária que pecou por ser curta. Felix Riebl  e Harry James Angus partilham o microfone, sendo que o primeiro vai também à percursão, enquanto o segundo se ocupa do trompete. Ollie McGill (teclados), Ryan Monro (baixo), Will Hull Brown (bateria), Jamshid “Jumps” Khadiwhala (pratos), Kieran Conrau (trombone), Ross Irwin (trompete) e Carlo Barbaro (saxofone) compõe a banda que faz uma sonoridade variada de ska, funk, jazz e rock. Trouxeram temas como “Two Shoes”, “In My Pocket” e “Still Young” que foram recebidos de forma efusiva.

O ânimo continuou a subir com a atuação dos Rudimental, a banda inglesa de música eletrónica. “Waiting All Night” foi o tema mais aguardado que pôs o público a dançar de forma frenética. “Never Let You Go” é o mais recente single de We the Generation que estes cantores bailarinos também apresentaram.

This slideshow requires JavaScript.

Já não é a primeira vez que Richie Campbell vem ao festival da Ericeira, mas as recordações das atuações anteriores são tão boas que o músico português não hesita em regressar. E foi a esta casa que trouxe os temas novos como “Best Friend” ou “I Feel Amazing” que são já grandes sucessos. Tempo ainda para recordar “Love is na Addiction” ou “911” que o artista gravou com Kymani Marley, filho de Bob Marley em 2010. A euforia instalou-se no final com “That’s How We Roll” e apesar da hora e meia de concerto, a vontade de fechar a porta não era grande.

De acordo com a organização, passaram pelo recinto, durante os dois dias, 24 mil pessoas.

Reportagem de Tânia Fernandes

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.